Marvel – O Justiceiro | 1×10-11 – Virtue of the Vicious / Danger Close

Mesmo demorando, eis que chego aos últimos episódios de Marvel – O Justiceiro e sigo satisfeito demais com a série, tanto por conta de suas tramas, mesmo que em alguns momentos tenha parecido enroladas, quanto ao elenco e suas cenas de ação. Justiceiro se mostra um dos maiores acertos da parceria Marvel/Netflix desde o seu início.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

No episódio “Virtue of the Vicious” eu adorei a ideia de permear o tempo e mostar os acontecimentos se entrelaçando em cima do encontro de Karen e o Senador Stan Ori, que tem proposta anti-arma. Lewis após o encontro com Frank no último episódio vai para esse encontro com tudo planejado, e enquanto Russo mente sobre o ocorrido junto de Stan, que inventa uma história em que sai por cima, a verdade vai sendo ampliada a ponto até de Madani descobrir que ele quem matou Stein.

É aqui que temos a união entre Madani e Frank melhor desenhada, dando até apoio para ele escapar de Mahoney durante sua investigação, e temos também Karen ainda mais importante na trama em um embate bacana com a agente. O problema é que após estes eventos e com Lewis explodindo a bomba no hotel, Frank também é dado como um terrorista e o cerco vai se apertando.

Aí em “Danger Close” Frank já de saco cheio e pronto para derrubar tanto Russo quanto Rawlins, acaba se afastando de Micro, mas precisa rever isso, pois Sarah e Zach acabam sendo sequestrados pelos homens de Russo, afinal Zach o denunciou ao ver sua foto na TV, deixando apenas Leo para trás, obrigado o amigo a contar a verdade para a filha.

Foi bom acabarem com essa trama de Micro, mas o melhor foi foi Frank aguardando a invasão dos homens de Russo e ele esperando que o mesmo pudesse estar por lá. Cenas intensas, fortes e cheia de sangue e um Frank ainda mais cruel, visto que tem vidas inocentes sendo ameaçadas. Russo ao entrar no lugar já vazio horas depois, fica com medo do que pode ocorrer, já que o vídeo da missão Cerberus pode vir a público.

Rawlins também teme do que pode acontecer e tenta convencer sua amiga James, mas ela depois de conversar com Madani e seu superior, acaba aceitando que tem de se por um fim ali, para não piorar para a agência, e pede então que Rawlins renuncie e que Russo seja abatido, antes que as coisas piorem.

Agora é esperar pelos momentos finais de Marvel – O Justiceiro e espera que as tramas sejam concluídas de maneiras intensas e satisfatórias, como vem acontecendo até aqui.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.