Marvel – Manto e Adaga | 2×09-10 – Blue Note / Level Up [Season Finale]

Para fechar sua temporada, Marvel – Manto e Adaga visa mostrar que para se tornar heróis e pessoas boas, o pior disso é a forma como as sombras irão sempre persegui-los, fazendo Tandy e Ty questionarem se devem ou não continuar ao lado de sua família… E ainda descobrimos mais sobre Andre e seus poderes…

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Em “Blue Note” descobrimos que Andre tinha um problema e que fazer parte do mundo do jazz seria uma enorme problemática para ele, então ele decide cometer suicídio, só que com a explosão da Roxxon ele ganha poderes, e descobre isso ao tocar em Lia e sugar suas emoções, iniciando ali suas manipulações.

Tandy e Mayhem se unem ao descobrir os planos de Andre em se tornar um “deus” ao tocar sua última canção e se conectar a todas as emoções possíveis. Se ele já tinha a mente de Lia, ao se conectar com o próprio veve, acabam percebendo que ele se conectou a todos, incluindo Melissa e Mykaila.

Quando Tandy e Ty usam os poderes de Evita, que precisa aceitar fazer parte da própria família e se casar com seu veve, eles travam primeiramente uma batalha contra si em “Level Up“, precisando entender até onde eles estão dispostos a ir. Se Ty e Tandy lutam no mundo sobrenatural, Mayhem precisa defender Evita que trava a própria batalha.

Todos então retornam de suas batalhas vitoriosos, principalmente Ty e Tandy, que precisam matar Andre para ele não fazer mau as pessoas que eles amam. Ter o peso da morte de uma pessoas em suas mãos deixam os dois amigos sem chão.

O desfecho, com Ty sendo livre de suas acusações, o que deixa Otis e Adina aliviados, acaba por deixá-lo livre para sumir com Tandy, que deixa Melissa viver a própria vida. Até Mayhem tem um desfecho meio heróico com o corpo de O’Reilly sendo entregue com tudo o de ruim que ele fez, incluindo a morte de seu namorado.

Marvel – Manto e Adaga encerrou bem sua 2ª temporada, com os dramas bem desenhados e a crescente sobre o que é ser um super-herói.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.