Marvel – Agents of S.H.I.E.L.D. | 6×12-13 – The Sign / New Life [Season Finale]

E o melhor momento para esta parte final da temporada de Marvel – Agents of S.H.I.E.L.D. ficou para a reviravolta final com os chronicom e a viagem no tempo… De restante foi tudo rápido e meio que sem sal, principalmente o desfecho de Izel.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

A viagem deles para o templo Inca foi ok, mas eis que temos Izel criando zumbis e deixando todos encurralados com isso, mas Deke conseguiu criar um aparelho que evitava que Izel entrasse no corpo das pessoas, e assim acaba com o maior poder dela.

Gostei do retorno de Flint e como Mack e YoYo fazem de tudo para proteger o garoto, mas ele, com Izel possuindo-o, acaba recriando os monolitos e assim abrindo o portal para a dimensão de Izel e Sargie. Adorei ver May entrando na briga e indo até a outra dimensão para derrotar Izel e até os sacerdotes que esperavam do outro lado.

E no final todos tiveram um pequeno momento, Enoch se mostrou mais forte do que esperávamos e eles entraram na mente de Fitz e Simmons para fazê-los evoluir e assim criar algo que ajudassem a evitar o novo problema de suas vidas: os Chronicom caçadores.

Enoch, Fitz e Simmons atualizam a Zephyr e destroem o templo, mas é o salto no tempo que me deixou eufórico com eles sendo jogados a uma Manhattan do passado e que já sabemos que teremos a Agent Carter e volta.

Então terminamos com Coulson agora sendo um LMD, sabendo de tudo o que aconteceu no seu passado, e na parte presente, pois eles precisam da ideia de Coulson em torno da SHIELD. O que não dá descanso ao personagem e acaba sendo arrastado.

Vamos ver como lidarão com a última temporada de Marvel – Agents of S.H.I.E.L.D. e como irão concluir todos esses anos de tramas que alavancou a Marvel TV. Espero que entreguem bem mais do que essa temporada, que teve poucos momentos interessantes de verdade e que e que se arrastou um tempo. Não foi um temporada ruim, foi bem mediana…

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.