Marvel – Agents of S.H.I.E.L.D. | 5×20 – The One Who Will Save Us All

Se não bastassem retomar o assunto Gravitonium em sua 5ª temporada, Marvel – Agents of S.H.I.E.L.D. finalmente traz o vilão Graviton para cena e o deixa mais insano do que nunca ao misturá-lo com Talbot e trazer Quinn e Dr. Hall como plano de fundo a sua mente. A série soube mostrar muito bem seu lado maníaco e poderoso, além de ligar sua trama a Vingadores: Guerra Infinita.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Talbot e Coulson chegam tocando o terror na nave de Qovas e o alien treme de medo com a insanidade dele, levando-o para uma reunião com a Confederação e já o colocando como membro do local após matar um deles. Logo temos o pai de Kasius se envolvendo em tudo, mas Talbot já não houve mais Coulson, que explica que o Kree quer destruir as coisas para a Terra.

Hale tenta se manter viva ficando ao lado de Talbot, mas logo ela é destruída por ele, que não tem um pensamento simples, só quer mais e mais poder, e já sabemos como a Terra será destruída, caso não evitem, já que Talbot quer todo o Gravitonium para si e assim pode criar as rachaduras. Daisy, que pode ajudar de certa forma, acaba sendo pega pelo Kree que já quer verificar como funcionam os Inumanos.

May agora está presa e todos que estão na linha de frente tem um problema enorme diante da invasão da Confederação, que quer fugir antes que entrem no caminho de Thanos, mas Talbot, ou melhor, Graviton, tem outros planos para ir até o Titã Louco…

Longe dali, no Farol, Simmons começa a trabalhar no soro centípede unindo o DNA de Jiyang com ele, para assim criar o poder de regeneração que pode salvar Coulson. Ao mesmo tempo eles agora tem o Odium, o material que entrou no corpo de Coulson e pode matá-lo. Vai ser interessante ver trabalharem com isso…

Agora, a parte dramática ficou para Mack e sua reação para cima de Ioiô e Fitz, que não abrem mão de suas decisões, mesmo que algumas delas tenham sido imorais. É legal ver esse argumento, já que a série abre para pensar o que eles fariam, já que Ruby ainda era uma adolescente e foi morta para evitar o pior, seria essa a saída?

Eis que Marvel – Agents of S.H.I.E.L.D. agora tem mais 2 episódios para resolver seus problemas e já quero ver como a série irá assimilar o final de Vingadores: Guerra Infinita a sua trama, e se haverá um salto temporal, tanto na série quanto no filme…

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.