Marvel – Agents of S.H.I.E.L.D. | 5×14 – The Devil Complex

Marvel – Agents of S.H.I.E.L.D. entrou em um caminho complicado com a Dimensão do Medo e a forma como usaram dela para trazer Daisy, ou melhor, Tremor, de volta, foi de machucar e intensa, mas uma saída bem pensada até. Agora, o destino de Coulson e a ligação de Hale com a a HYDRA era de se esperar, só que torço para que não empurrem muito.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Fitz passou o episódio inteiro correndo contra o tempo para evitar que seu medo, o Doutor de dentro do Framework, destruísse tudo desse lado, mas ele foi fraco e perdido viu ele pegar Daisy e machucá-la, para então o roteiro nos mostrar que de frente com Simmons e o jogo de câmera, a verdade veio à tona. O Doutor não era uma manifestação da Dimensão do Medo, mas sim uma nova personalidade dentro de sua própria cabeça.

Brigando contra sua vontade e não deixando ninguém agir, o Doutor tira o inibidor de poderes de Daisy, lhe dando novamente seus poderes, mesmo que ela estivesse realmente contra tudo isso, já que ainda acredita ser a responsável pela destruição da Terra, mas ele acredita que não, pois só seu poder pode manipular o Gravitron e mais uma vez fechar a Dimensão. Essa mudança em Fitz deve deixá-lo mais afastados de todos.

Enquanto isso Deke se aproxima de Simmons e com atitudes que a deixa confusa, mas aos poucos ela compreende suas falas e se dá conta de que ele é algo muito mais próximo. É nesse ponto e com ele falando de como Simmons será importante para manter Fitz com a cabeça no lugar, já que ele ouviu todas as histórias por ser neto deles…

May, Piper e Coulson foram atrás de Hale, e até conseguiram pegá-la, mas na verdade caíram em uma armadilha, com direito a Creel encurralá-los. Com Hale levando Coulson, ele argumenta sobre o futuro do mundo, mas não dá conta de lhes contar tudo o que viu, principalmente com ela repassando as coisas para seus superiores, que não são mostrados, mas sabemos que tem elos com a HYDRA.

Gostei de ver mais de Yo-Yo e Mack preocupado com ela, principalmente não entendendo de como iriam lhe dar novos braços, mas rapidamente as coisas mudam e eles trabalham a união do braço de Yo-Yo com o mecânico do robô de Hale.

Marvel – Agents of S.H.I.E.L.D. fez um bom episódio e mostrou bem o que quer de suas tramas, mas faltou um algo mais para o elo principal da série. Vamos ver os caminhos que seguirão.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.