A Lista Negra | Resenha

A Lista NegraCom uma leitura simples e direta, Jennifer Brown nos presenteia um drama conciso, atual e que nos coloca para refletir sobre nossas atitudes e repensar se já não fizemos mal a alguém. A Lista Negra (Hate List) é um drama intenso e obrigatório para todos, para parar um minuto e não só pensar em si, mas observar as coisas ao seu redor.

Com tiroteios e massacres acontecendo em diversas escolas norte-americanas, com destaque para Columbine em 1999, e chegando a assombrar o Brasil em um caso no Rio de Janeiro, A Lista Negra é exatamente sobre isso e os pontos de vistas dos sobreviventes e do assassino. Como uma mudança nos faz observar motivações e, principalmente, dores.

Brown nos apresenta neste livro a Val e Nick, dois jovens deixado de lados por seus colegas de colégio, que não satisfeitos ainda criam apelidos e os tratam como escória sem um motivo aparente. Nick apanha dos atletas e Val sofre com os apelidos dados pelas meninas bonitas e populares. Então uma lista que Val cria para extravasar sua raiva é levada a sério por Nick, que escondendo nas profundezas o seu ódio acaba matando colegas e um professor no Colégio Garvin.

A narrativa de Brown permeia muito bem as divisões nos dias de Val, indo do ponto em que conhece Nick, como a Lista Negra é abordada, até o fatídico dia do massacre, o suicídio de Nick, seu machucado, até os dias subsequentes, que incluem até o seu retorno as aulas. Todo o drama nos mostra os medes e dilemas de Val, que e ficamos sempre com o coração nas mãos esperando que ela exploda novamente.

Mas não é só Val quem foi afetada e o livro deixa isso claro, mostrando os dilemas de seus pais, como eles se culpam e a culpam, a solidão do irmão, os amigos afetados, as mudanças na escola e principalmente, as famílias que perderam entes queridos. Brown nos envolve em cada um de seus momentos e em alguns momentos pode nos levar as lágrimas.

Assim, A Lista Negra é super recomendado devido as nuances apresentadas e como nos identificamos com Val e seus medos, e até mesmo com aqueles que fazem o bullying, Jennifer Brown (Amores Amargos, As Fases da Lua) demonstra total domínio de sua história e, mesmo as vezes caindo em um clichê aqui ou ali, não interfere em nada na experiência de tentar entender as dores de seus personagens.

Enfim, uma leitura super recomendada!

FICHA TÉCNICA

Título: A Lista Negra
Título Original:
Hate List
Autora: Jennifer Brown
Editora: Editora Gutenberg | Grupo Autêntica
Gênero:
 Drama, bullying
Páginas: 272
Formato: 23 x 16 x 2 cm
ISBN: 978-85-653-831-10

  • pipocanamadrugada

    Eu li e adorei a temática abordada em A Lista Negra. Outro ponto muito interessante do livro é como mídia abordou e sensacionalizou o tiroteio e as vítimas. Cheguei a ficar muito incomodada com isso, mas é uma realidade que já vimos inúmeras vezes na televisão! Vale a pena a leitura! Ah, fica a dica para ler Amor Amargo que também é da Jennifer Brown! Beijoss! Adoro o site de vocês! =]