Legion | 2×01 – Chapter 9

Após uma estreia impecável e inesperada, Legion retorna com todo o gás para continuar com o título de melhor série Marvel em exibição. Se o tema da primeira temporada foi a descoberta da real identidade de David, a segunda foca na busca pela manutenção da sanidade.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Achei muito interessante iniciarem a temporada nos mostrando Lenny e Oliver tomando sol, que era exatamente o plano durante a fuga, apenas para descobrirmos que, na verdade, eles são “prisioneiros” de alguém. Isso significa que nem os mais poderosos seres do universo estão livres da nova ameaça, seja ela qual seja.

O clima de incerteza é mantido pela forma como se dá o retorno de David. Mais uma vez sua memória está fragmentada e ele não consegue dizer onde esteve no período em que esteve ausente. É pelo menos um ano em que muitas coisas mudaram. Os mutantes agora trabalham juntos à Divisão III em busca do Rei das Sombras. Mas, para mim, quem mais sofreu no período foi Melanie, que parece estar perdendo contato com a realidade e se entregando às drogas (a mesma substância que David usava).

A ameaça imediata que a nova força tarefa enfrenta é o Catalisador, uma misteriosa síndrome que coloca as pessoas em estado catatônico, com exceção de seus dentes, que batem maniacamente. O único fator em comum de todas as vítimas é que todos estavam em locais onde Oliver foi avistado. Mas, se Oliver e Lenny estão “presos”, será que serão realmente eles os culpados?

A Divisão III é uma grande adição à mecânica da série. Será que eles são realmente confiáveis? Quem é o Almirante Fukiyama e o que são as três “pessoas” que falam por ele? Como é possível que tenham tanta tecnologia se a série parece se passar na década de 60? Eles acreditam que o corpo original do Rei das Sombras ainda vive e precisam destruí-lo antes que Lenny possa possuí-lo novamente e tornar-se invencível, mas… é possível que tenham outras intensões com esse plano?

Seria a nova máquina desenvolvida por Carry uma alusão ao Cérebro dos X-Men? Ela serviria para ampliar os poderes telepáticos de David, mas o que me pareceu foi que ele acessou partes de sua psique que foram escondidos durante sua ausência, não exatamente expandindo sua busca.

Apesar da cena da boate ser uma clara alusão à dança do episódio piloto, aqui ela serve para descrever uma batalha psíquica (quem mais ficou esperando que a Maddie Ziegler aparecesse fazendo sua dança interpretativa?). Não tenho dúvidas de que esse foi o primeiro encontro de David com Lenny e Oliver, que pareciam servir de guarda-costas para a figura misteriosa. Outra coisa preocupante: foi impressão minha ou parece que David é o responsável pela síndrome?

O romance ainda é o ponto chave da série. A relação de David e Syd, que parecia inabalável, está sacudida pela dúvida. Não consigo entender o motivo de David mentir para Syd, pois ela já se mostrou leal antes. Qual o motivo em dividir suas inquietações com a amada? A inclusão da bússola é outro fator preocupante. Se a Divisão III estava caçando e matando mutantes até pouco tempo atrás, o que os impede de utilizarem essa tecnologia para monitorar todos os mutantes?

É difícil saber se o sonho de David é realmente um aviso do futuro ou se faz parte de uma ilusão para enganá-lo. A Syd do futuro estava claramente utilizando a bússola que acabou de receber e seu braço esquerdo estava amputado. E logo em seguida David retorna à boate, só que dessa vez, deixa Lenny lhe beijar. Teria ele novamente sido possuído pelo Rei das Sombras?

Eu gostei muito do episódio, mesmo com a impressão de que estava um pouco mais lento que a temporada anterior, a maior parte dos acontecimentos se passa no campo mental, o que justifica essa cadência. Agora é preciso notar se o público vai gostar do novo ritmo. O episódio teve audiência menor do que todos da primeira temporada, com apenas 670 mil assistindo ao vivo. O canal FX não tem uma audiência muito alta, mas números tão baixos são preocupantes.

A trilha sonora, mais uma vez, estava incrível. Segue a lista para quem quiser montar a playlist da temporada:

Legion vai ao ar todas a terças, às 23h, no FOX Premium 2 e, após exibição na TV, no acesso premium do FOX+, onde já está a primeira temporada completa.

Paulo Halliwell

Professor de idiomas com mais referências de Gilmore Girls na cabeça do que responsabilidade financeira. Fissurado em comics (Marvel e Image), Pokémon, Spice Girls e qualquer mangá das Clamp. Em busca da pessoa certa para fazer uma xícara de café pela manhã.