DC’s Legends of Tomorrow | 2×15 – Fellowship of the Spear

E o trocadilho com o título foi mais do que proposital, uma vez que A Sociedade da Lança vem para falar de A Sociedade do Anel, parte da obra de J.R.R. Tolkien, que foi peça importante neste episódio de DC’s Legends of Tomorrow. Mas infelizmente, por mais que o episódio tenha explorado vários pontos da I Guerra Mundial e como Tolkien se envolveu nela, deixou a desejar no desenvolvimento de sua trama e apressou as coisas.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Descobrindo que Tolkien sabe, ou no mínimo tem noção, de onde foi escondido o sangue de Cristo, eles vão atrás do escritor no meio da guerra. A questão é que o sangue de Cristo é a única coisa que poderia destruir a lança do destino e é uma saída interessante para destruir o objeto antes que caia nas mãos da Legião do Mal. O problema é que Mick acredita ainda estar alucinando e acaba entregando a lança para Snart, que foi trazido de volta pela legião de uma época onde ainda não havia se unido as lendas.

E é isso… De posse da lança e com Mick e Snart ao seu lado, Eobard, Malcolm, que conseguiu os manuscritos de Kalabros, e Damien conseguem reescrever a história deles e isso já é um bom motivo para ao menos dar aquela pontinha de curiosidade do que poderá sair disso, mesmo que ache que será tudo bem corrido.

Os dramas dos personagens também foram explorados, mas nada que pudesse realmente nos deixar intrigados. Foi legal ver Amaya preocupado com seu futuro e o de sua família, mas nada realmente que interferisse na trama. Rip teve que trabalhar muito para manter a equipe unida e evitar os conflitos deles.

Agora é ver o que será do episódio com o mundo invertido, mas infelizmente é um evento que fica somente em DC’s Legends of Tomorrow e não interfere em nada o universo para Arrow ou The Flash, e muito menos para Supergirl, que continua avulsa em sua Terra.

Fico por aqui, comentem e to be continued