Legends of Tomorrow | 2×01 – Out of Time

Não sei o que pensar, nem o que sentir… DC’s Legends of Tomorrow retornou trazendo a Sociedade da Justiça da América, mas deixaram isso para o final e depois de um passeio pelo tempo que não teve o menor apego. Foi interessante já mostrarem os vilões da temporada, mas tirando isso só posso comemorar pela ausência de Rip Hunter.

Logo no início temos 2 linhas do tempo e a chegada de Nate Heywood, um historiador que substitui o papel de Rip na equipe. A questão é que ele não tem o conhecimento e a força de Rip como Mestre do Tempo. A presença de Oliver, o Arqueiro Verde, foi sem sal, serviu para encontrarem a nave no fundo do lago com Mike em descanso suspenso.

BOMBA ATÔMICA

Rip, Sara, Mike, Ray, Jeff e Martin segue lutando contra um inimigo complicado e assim pulando de galho em galho tentando ser os lendários que se autointitulam. Depois de uma visitinha na França antiga, eles retornam para um ano “proibido”, 1942, e ali veem Nova Iorque ser destruída pela bomba de Albert Einstein. A forma como Einstein é apresentado deixa até Martin constrangido. Mulherengo ele só precisou no fim colocar Mileva Maric como uma das mulheres que o ajudaram na descoberta da bomba.

Sem Mileva, a linha do tempo era desestruturada, pois Damien sequestra ela ao invés de Einstein, para dar continuidade no projeto nuclear. E falando em Damien, Sara logo vai atrás do vilão caçando uma vingança por ele ter matado Laurel, mas novamente perde.

Com a bomba para explodir, Rip sacrifica tudo, e no fim somente Mike fica na nave adormecido e assim encontrado por Nate e Oliver…

NOVA LINHA DO TEMPO

Oliver logo pula fora da jornada e sobra pra Nate e Mike irem atrás dos amigos e com as interferências no tempo que Nate encontrou, logo ele vai na pré-história encontrar Ray, Grã-Bretanha encontrar Jefferson e Martin, e em Salem para buscar Sara. Logo eles decidem continuar a jornada e buscar serem os lendários… Só que a Sociedade da Justiça da América, com Hourman, Obsidian, Doctor Mid-Nite, Stargirl, Vixen, aparece.

Legends of Tomorrow

No fim dessa história temos de um lado a Sociedade da Justiça da América confrontando os nossos lendários, enquanto Damien encontra quem realmente estava no comando das coisas: Eobard, o Flash Reverso. Provavelmente a presença de Eobard é um efeito colateral de Flashpoint, que vimos em The Flash.

Vamos ver os caminhos que DC’s Legends of Tomorrow nos levará, mas o início dessa estrada foi tortuosa…

Fico por aqui, comentem e to be continued