Kimi ni Todoke: superação além da aparência

Kimi ni Todoke é um anime shoujo lançado em 2009 com duas temporadas e que conta a história de Sawako Kuronuma, uma colegial que vive sendo chamada de Sadako, personagem do filme O Chamado. Não só porque seu nome lembra o da personagem do filme de terror, mas principalmente por conta de sua aparência.

Sawako sofre bastante por ser sozinha, sem amigos, se sentindo rejeitada, mas tenta a todo custo se socializar com os colegas de classe, pois otimismo parece ser seu codinome. Seu ídolo é Shouta Kazehaya, que é bastante popular e assediado por todos.

Um dia Shouta conversa com Sawako e não demonstra nenhum medo, pelo contrário, a trata muito bem, sendo bastante gentil. Depois disso a vida da protagonista começa a mudar completamente. Shouta é apaixonado por ela, mas Sawako não percebe. Com a ajuda dele, Sawako consegue passar por muitos obstáculos, enfrentando sua própria timidez e a inveja alheia.

Kimi Ni Todoke

Graças a Shouta, Sawako ganha amigas como Ayane e Chizuru e pouco a pouco começa a ser aceita pela sala. A protagonista descobre o que é a amizade e identifica, graças a sua rival Kurumi, o amor que sente por Shouta. O anime tem outras histórias paralelas como a de Chizuru e Ryo. Este, enfrenta o mesmo problema de Shouta, pois é apaixonado por Chizuru, mas não consegue se declarar e a moça nem sonha com os sentimentos dele.

Já na segunda temporada a protagonista conhece novos amigos, como Miura Kent, que se aproxima de Sawako, o que provoca ciúmes em Shouta. Aliás, apesar de serem mortalmente tímidos conseguimos ver um pouco da evolução do relacionamento deles e Sawako passar a enfrentar melhor seus medos.

Kimi ni Todoke mostra bem a rotina escolar, assim como as relações familiares e de amizade. A única coisa que às vezes me irrita é a ingenuidade de Sawako e a falta de atitude de Shouta. Por outro lado, Ayane é a mais esperta de todos, sendo a primeira a notar os sentimentos dos protagonistas. O anime é repleto de “disse me disse” o que deixa os espectadores super ansiosos para ver os desfechos das confusões! No entanto, infelizmente, não tem um final conclusivo!

Kimi Ni Todoke

O mangá já ganhou o título de Melhor Mangá Shoujo no 32º Kodansha Manga Award, sendo publicado pela Shueisha na revista Bessatsu Margaret, e teve uma adaptação para live action em 2010.  No Brasil é publicado pela Panini Comics, no selo Planet Manga.

Apesar da falta de conclusão vale a pena ser assistido e se deliciar com um romance doce, divertido e personagens bem carismáticos.