Jovens Guerreiros: o anime que poucos viram, mas que muitos amam

ozanaridungeon3Na segunda metade dos anos 90 o Brasil viu uma enxorada de animes invadindo a TV e as locadoras. Assim como aconteceu com os tokusatsus no fim da década de 1980, a todo lugar se via um desenho com olhos grandes e expressivos. Por um lado isso foi bom, porque muitas produções que provavelmente nunca chegariam a solo tupiniquim ganharam suas versões dubladas. Por outro, eram tantos animes que se tornou impossível consumir tudo, perdendo grandes tesouros no caminho.

Uma das pérolas que chegou ao nosso país foi a série de OVA’s da franquia Ozanari Dungeon, ou Jovens Guerreiros, na tradução brasileira. O anime trazia várias referências do universo RPG, com altas doses de comédia e histórias que prendiam a atenção.

Predecessor do que seria um grande sucesso com Slayers, Jovens Guerreiros contava a história de uma guerreira, um ladrão e um mago, sempre em busca de dinheiro fácil e aventuras sem muito esforço. Mas quanto menos queriam se envolver, mas se entrelaçavam com as missões, trazendo altas doses de humor e muita ação.

tumblr_inline_nrw9lhnqoc1t3wsc5_500Dublado pelo Estúdio Álamo, a história de 3 episódios chegou ao Brasil pela Europinha Home Video e, logo em seguida, foi transmitida pela Rede Record, no formato de filme.

Jovens Guerreiros chama a atenção pelo enredo bem construído e piadas amarradas. O plano de fundo da história, baseado num universo onde espíritos interferem na vida humana, também era interessante. O design dos personagens era bonito e facilmente reconhecido. A narrativa era ligeira, dinâmica e em alguns pontos, explosiva.

O lado negativo é que a história não se desenvolveu, deixando muitos pontos abertos. Isso, claro, foi devido aos poucos capítulos que o mangá possuía. De qualquer forma, Jovens Guerreiros agrada em cheio quem ama esse universo fantástico de fadas, magos e lutadores extraordinários.

Os episódios podem ser encontrados no YouTube com a dublagem da época. Portanto, aproveite o tempo livre e conheça essa grande pérola que passou quase despercebida pelo Brasil e que certamente influenciou muitas das produções que acompanhamos hoje em dia.

André Ricardo

Fã incondicional de séries e filmes dos anos 80 e 90, mas também dou chances para as produções atuais.