Hyna Crimson lança Temporal durante o FIQ

Um trabalho de conclusão de curso virou um quadrinho na mão da artista Hyna Crimson. A desenhista mineira aproveitou a oportunidade do projeto final da sua faculdade de publicidade para criar uma história. Intitulada Temporal, o projeto será um dos lançamentos da edição de 2018 do Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte (FIQ BH).

Sempre me disseram para fazer o TCC (Trabalho de conclusão de curso) sobre algo que gosto seria menos complicado e pior em alguns sentidos. Então eu decidi que seria uma história em quadrinho, juntando uma paixão em algo que normalmente as pessoas veem de forma problemática“, explica a artista.

A produção do quadrinho no ambiente acadêmico modifico toda a produção do trabalho segundo Hyna. “Foi mais difícil que o normal. Além de construir toda a narrativa eu tinha que justificá-la e mostrar o porquê cada elemento foi utilizado. Isso foi muito importante pois me permitiu fazer várias pesquisas para me aprofundar no assunto“.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O quadrinho conta a história de uma adolescente que está passando por uma fase de sofrimento mental e que não consegue lidar com os fatos que acontecem na sua vida. Dentre os temas abordados estão depressão e sofrimentos mentais, mas de uma forma lúdica e delicada. “Todos dias enfrentamos problemas externos e desafios internos que só nós conseguimos entender. Isso quando conseguimos entendê-los. Apesar de parecer um quadrinho de leitura fácil, o temporal trata de sensações e sentimentos onde um simples quadro vazio pode representar muita coisa“, explica.

Para abordar um tema complicado, a artista procurou conversar com profissionais da área e pacientes para desenvolver uma abordagem adequada sobre o assunto. A artista também partiu de um estudo de caso para criar a narrativa “Dentro da parte acadêmica do projeto procurei estudar os erros de abordagem da série 13 Reasons Why (exibida pelo Netflix) e o motivo de ter atingindo negativamente quem possuía históricos de sofrimento mental“.

A artista fara o lançamento da obra durante o FIQ BH, que acontece entre os dias 30 de maio e 3 de junho, na Serraria Souza Pinto, localizada no Centro da capital mineira.

Hyna Crimson

Hyna Crimson tem 21 anos e é formada em Publicidade e Propaganda. Ela aprendeu a escrever porque amava “desenhar” as formas das letras, apesar dos professores não gostarem muito quando ela tentava mudar o formato das letras. Desde sempre teve esse gosto por quadrinhos e desenhos e agora está realizando seu sonho de produzi-los.

Além de Temporal, a autora publica semanalmente a webcomic Acaso.

Carrapato Estrela

Carrapato Estrela é um coletivo de quadrinistas oriundo de Belo Horizonte, capital de Minas Gerais. O grupo foi fundado no início de 2017 e é composto por Donizete LemosHyna Crimson, Igor Marques e Lúcio Guimarães. Os artistas se reuniram como forma de trocar conhecimento, técnicas, referências e incentivos para o desenvolvimento de seus trabalhos.

Os artistas estarão na mesa 169 no Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte.

Realizada pela primeira vez em 1997 na comemoração do primeiro centenário de Belo Horizonte, o evento que chamou a atenção da capital mineira foi rebatizado em 1999 e tornou-se referência para os quadrinistas e se tornou um dos principais do gênero na América Latina. Em 2018 o evento acontecerá entre os dias 30 de maio e 3 de junho na Serraria Souza Pinto; Centro de Referência da Juventude, MIS Cine Santa Tereza, em Belo Horizonte.

A entrada do FIQ é gratuita.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.