How to Get Away with Murder | 4×03 – It’s for the Greater Good

Buscando uma forma de se redimir e querendo fazer muito mais, Annalise arruma boas brigas em How to Get Away with Murder, ficando de lado nas tramas principais de seus ex-alunos e colocando para fora as garras que sempre teve, mas estavam adormecidas devido a todos os problemas que passou. A série ainda aborda a questão do julgamento pelas aparências e um jogo de poder para Michaela.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

A forma como Annalise pega o caso da defensoria e consegue fazer a maior reviravolta, quase que sozinha e ainda precisando lutar contra Nate e Bonnie, que fazem questão de mostrá-la o inferno, foi interessante, mas o pior foi mesmo vê-la querendo ferrar uma, até que de certa forma, inocente, para provar o seu ponto de vista.

Vencendo o caso expondo a chefe do departamento, que errou ao passar por uma prova, Annalise, que foi com o rabo entre as pernas até Isaac, acaba mudando o jogo e deixando claro que fez isso para poder mostrar as falhas do lugar, que muitas vezes deixa 200 casos com 1 advogado, piorando assim o seu atendimento. Isaac batendo contra também é interessante, e Annalise ainda lembra de Jasmine, que ela teve de ir reconhecer o corpo. Annalise está mais atuante e quer as rédeas de sua vida de volta.

Laurel quer Michaela lhe passando informações sobre Antares, a empresa de seu pai, e sem querer a ajuda a ficar próxima da conta dele. Michaela na Caplan tem tudo para render bons momentos, mas não queria ela tão ligada ao caso de Laurel, seu pai e a morte de Wes. Dos momentos de Michaela é ótimo vê-la saindo por cima de Simon e ganhando destaque.

Agora, Connor segue um rumo sem sal, largando a faculdade, pegando o dinheiro para torrar, o que acaba fazendo Oliver tomar uma difícil decisão: chamar seus pais. Não sei o que essa trama ainda pode render…

E falando em Oliver, ele ajudou Nate e Bonnie no caso contra Annalise, e agora até Laurel está na promotoria, já que Frank pediu que Bonnie desce uma chance a garota.

No caso dos flashforwards, em 2 meses veremos Isaac indo até uma pessoa que ele jura ser Annalise, que está ensanguentada e olhando o berçário, mas ao chegar perto ele se dá conta de que é Michaela, que apenas grita pelo bebê de Laurel e que a morte os perseguem…

Como sempre bato na mesma tecla, How to Get Away With Murder está mais “leve” nessa temporada, as tramas estão mais focadas e sem as mudanças mirabolantes da temporada anterior, mas se mantendo interessante e desenvolvendo seus personagens. Viola Davis é sempre incrível em cena, mas Aja Naomi King está maravilhosa!

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.