How to Get Away with Murder | 4×01 – I’m Going Away

Mesmo com um retorno bem morno, How to Get Away with Murder conseguiu trazer muitas emoções para as principais cenas envolvendo Annalise, só que infelizmente ficamos com aquele gosto de episódio sem um clímax, ainda mais para o retorno que pode prometer inúmeras situações. Para mim parecia uma series finale mau encaixada.

Por sorte muito do que gostamos está presente, como atuação impecável de Viola Davis, interação deliciosa de Annalise com Ophelia, o que nos traz de volta a graciosa Cicely Tyson, e seus quatro alunos cada vez mais atormentados com a relação que possuem com a professora. Nem mesmo Bonnie escapou dessa vez…

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Mantendo o ritmo dos flashs, aqui na série vemos 3 tempos diferentes e todos bem desenhados e que devem culminar no momento final que foi meio perturbador, mas não tão chocante quanto nas temporadas anteriores. Dessa vez iremos acompanhar o drama de Laurel até o momento em que ela tem seu filho retirado de seu ventre e simplesmente desaparece, com direito a ela implorar por informações a Frank, que está perdido e a presença de Isaac, que ainda pouco conhecemos.

No presente vemos Viola convocar seus alunos e quando eles acham que ela estaria disposta a retornar as aulas e a clinica, ela simplesmente os despacham. Neste momento Asher e Michaela já estavam fazendo planos em um momento estranho de compra de colchão, Connor e Oliver conversam sobre compromisso e casamento, enquanto Laurel lida com a gravidez e a mentira a seu pai, já que comenta que abortou, mas é mentira. Quase surto quando Laurel ameaça mandar “por que você matou Wes?” para o pai…

Quando voltamos 1 semana para compreender a decisão de Annalise, a vemos tentando ganhar a grana do seguro da casa, mas com a irmã de Sam boicotando tudo, e ainda tem sua mãe, Ophelia, que tem a demência acentuada. No momento que a senhora acorda e vai correndo até Annalise falando que a casa estava pegando fogo, eu achei que ela tivesse aprontado novamente.

Todos os momentos das duas são bem intensos, os momentos de lucidez da mãe é bem forte para Annalise e ela mesma não consegue conter as lágrimas. Tyson e Viola tem em cena um dos maiores momentos da série e sabem lidar com a situação de forma brutal no roteiro de Peter Nowalk. O desfecho acaba sendo deixar Ophelia com a família, já que não teriam dinheiro para interná-la, e já espero mais situações controversas entre Annalise e seu pai Mac. Ele finalmente disse que sente muito por conta do que seu irmão Clyde fez com ela.

Neste meio tempo Bonnie a ajuda a entrar em uma nova provação, ela consegue algumas regalias de volta e Frank quer ajudar Annalise a arrumar um novo escritório, mas quando temos o jantar Bonnie acaba sendo dispensada junto. Achei bem confuso ela ir conversar com Denver, e fiquei com a mesma cara de Nate na situação.

Nos resta agora compreender o que Nowalk e sua equipe esperam para How to Get Away with Murder nessa temporada, mas este episódio, por mais que tenha sido bem importante na retomada de Annalise e seus elos com sua família, ficou faltando um algo a mais por ser o retorno de uma série que sabe nos instigar com os mistérios futuros.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.