Homem-Aranha & Os Campeões #1 | Resenha

E finalmente chega no Brasil a série mensal Champions!

Após os eventos de Guerra Civil II os jovens heróis Miss Marvel, Nova e Homem-Aranha (Miles Morales) saíram dos Vingadores e aqui vemos o que decidem fazer além de suas aventuras individuais.

Eu fiquei bem empolgado com essa revista, pois sentia muita falta de um título de equipe jovens, algo que eu sempre gostei na Marvel ao longo dos anos. E essa equipe escrita por Mark Waid e desenhada por Humberto Ramos mostra tudo que há de melhor em títulos de equipes adolescentes.

Publicando os números 1 e 2 da série original, vemos a reunião dos três jovens ex-Vingadores e a decisão em não ser mais como os heróis adultos que tanto admiram, de serem realmente melhores, de buscarem caminhos diferentes para resolver os problemas que sempre aparecem no mundo super-heróico. Após um inspirador discurso da Miss Marvel, o trio parte em busca de novos membros, o Hulk (Amadeus Cho) e Viv Visão, a filha do sintozóide vingador.

Viv Visão se mostra a personagem mais interessante de toda equipe, com sua forma única de ver o mundo e principalmente por ser o elemento novo em meio a estes super-heróis já acostumados a chegar e bater. O jovem Ciclope, trazido do passado para o presente, decide se unir a equipe, algo bem coerente com a constante tentativa do jovem em se distanciar de sua versão do presente.

Um título que vale a pena ser conferido, no próximo mês teremos a adição das histórias solo de Miles Morales.

O autor Mark Waid conseguiu nos trazer uma história para renovar a esperança sobre os quadrinhos, mostrando que nem tudo é sobre personagens socando uns aos outros, mesmo nos quadrinhos das grandes editoras. Mantenham-se atentos as novidades desta revista todo mês aqui conosco.

FICHA TÉCNICA

Título: Homem-Aranha & Os Campeões #1
Autores: Mark Waid (roteiro) e Humberto Ramos (arte)
Editora: Panini Comics | Marvel
Ano: 2018
Gênero: Ação, Aventura

Lucas Rafael Faccioli

Nerd leitor de quadrinhos. Marvete de coração, dcnauta em crescimento.