Homeland | 8×02 – Catch and Release

Em seu segundo episódio Homeland fortalece seu lado diplomático buscando paz, mas o Talibã não facilitará as coisas, ainda mais com o Yevgeny circulando os lugares e confundindo a cabeça de Carrie.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Carrie acha em sua mesa, depois de discutir sobre sua escapada a noite, um bilhete com o nome “Samira Noori”, a questão é que antes ela encontra Yev falando com o vice-presidente G’ulom, e sua cabeça fica a mil. O interessante é a rapidez que organizam uma forma de ir encontrar essa mulher e buscar por alguma informação em sua casa.

Jenna não conseguiu mantê-la por muito tempo com a CIA o que acabou colocando ela contra a parede. Carrie argumenta bem e com as informações necessárias acaba usando Samira para ter o que queria com o vice-presidente.

Agora, o melhor foi Tasneem visitando o pai Bunran depois de não entender direito o que Saul fazia por ali e só conversando com ele percebe que ele pode fazer tudo para atrapalhar eles. A ideia dele é que ela precisa muito atrapalhar a conversa de Saul com Haqqani, e foi quase isso que rolou…

Saul foi até um encontro após conseguir que um dos ex-prisioneiros leve um recado, mas desconfiado Haqqani vai ao encontro deles e sabendo que estariam sendo espionados, ele manda um comboio na frente e este é destruído. Max é quem avisa Saul sobre a espionagem, mas não antes dele ser pego pelo verdadeiro grupo de Haqqani que o leva para uma conversa.

Carrie tem todos os motivos para desconfiar de Yev, mas não sabemos como e o que rolou enquanto ela estava presa. O maior problema é que ele deixa claro que a nota “Samira Noori” foi deixado por ele…

Homeland sabe brincar com nossos sentimentos e com a própria trama.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.