Homeland | 7×10-11 – Clarity / All In

Eis que “Clarity” e “All In” fecham muito bem esse começo de final de temporada de Homeland, deixando desenhada uma trama onde só o desastre é previsível. Carrie e Saul se veem como uma peça que precisam estar juntas, mesmo que o sofrimento particular seja passado de lado para colocar a ordem do país em primeiro lugar.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Logo de cara vemos Carrie se colocando em risco com os tratamentos intensos na clínica e precisando compreender como sua vida pode afetar Frannie. Maggie sabe desse risco e pede a guarda da sobrinha na justiça, e de começo achei algo bem difícil e complicado, mas logo após a conversa de Carrie com sua advogada e com Saul, vemos que sua melhor decisão é partir e deixar a filha em um lugar estável.

Achei bem intensa a partida, mas de certa forma, até que bonita, já que ela deixa a filha com o coração partido, mas sabendo o que precisa fazer. Frannie fica aguardando o retorno da mãe e Maggie compreende que a irmã tem essa missão de ser diferente e focada.

Assim temos Saul e Carrie indo para a Rússia em uma missão misteriosa, mas colocando tudo a perder, já que o Senador Paley e sua assessora acabam preferindo destruir a jogada deles, a se ver na mídia como tendo sido manipulado por fake news.

Simone acaba se encontrando com Carrie e gosto da forma como as duas conversam e temos então uma fuga bem bacana, que já até vimos em temporadas anteriores com a agente se disfarçando de sua protegida. Agora é ver até onde Yevgeny irá com sua missão, mas principalmente, o que ele fará para resgatar sua amada.

Homeland promete ter momentos intensos em sua season finale, e lembramos que a série termina na próxima temporada, que será sua última. Mesmo que não tenhamos uma conclusão neste momento, a série ainda tem 1 ano para nos desenhar algo bem intenso, já que até a Presidente Elizabeth Keane foi deposta pelo conselho e vice-presidente Warner. Vai ser legal ver a fragilidade que o país ficará após tudo isso.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.