Homeland | 6×09 – Sock Puppets

Iniciando essa nova fase para Homeland, este episódio veio para de forma rápida tirar Dar Adal das sombras e mostrar quem ele realmente é. Resta saber o que ele tem na manga caso seja colocado contra a parede. O mais bacana é ver as coisas se ajeitando para começarem logo a serem destruídas para a season finale.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

O maior erro de Adal foi acreditar que Javadi iria facilmente ser entregue a Mossad para o mesmo lhe interrogar, e com isso Carrie e Saul ficaram sabendo das ligações dele com os atentados e toda tramoia envolvendo a ideia de que o Irã estava negociando com a Coréia do Norte. Além disso, eles conseguiram um vídeo onde Nafisi assume tudo isso, só que o problema é que a Presidente Keane e sua equipe não tem muito o que fazer com tudo aquilo em mãos.

Assim, vemos Saul e Carrie lutando para evitar maiores problemas e conseguirem sair ilesos dessa jogada. O problema é que Keane que ir mais a fundo e ao apresentar seu general cotado ao ministério de defesa, ele deixa claro que precisam de mais para ir atrás de Adal, só que o que intriga Carrie é precisar colocar Saul no meio de campo, principalmente ao contar sobre o seu envolvimento com a espiã russa que ele teve um caso e quase explodiu Berlim. Será uma briga boa entre Saul e Carrie, principalmente com algo tão pessoal podendo vir a tona.

Max começa a ganhar mais destaque ao ir dentro da agência que pode ter sido uma das causas da morte do Agente Conlin do FBI. Com Brett gostando de seu currículo, logo ele foi contratado e já entrou resolvendo problemas de firewall. A questão é como ele poderá ser um infiltrado sem colocar a própria vida em risco. Uma das grandes questões é o que a empresa faz criando e monitorando inúmeros perfis falsos em redes sociais, uma verdadeira ação da NSA mais bem organizada. Impossível não rir dele falando que no ano que ficou ausente por conta da morte de um amor, ele ficou apenas em casa batendo punheta.

Agora, Quinn foi com tudo para cima de Adal depois da morte de Astrid e sua ligação com o homem que a matou. Quinn aparenta estar melhor e mais centrado e já começa a organizar melhor sua mente. A forma como usa Adal para que ele ligue para o homem que o persegue foi bacana, principalmente com ele monitorando e sabendo agora sua localização. Vem muito tiro e sangue por aí…

Homeland segue forte e com uma trama interessante, mas o melhor é ver que os roteiristas sabem conduzir a história que querem contar e desenvolver seus personagens ao redor disso. Ansioso pelos últimos episódios da temporada.

Fico por aqui, comentem e to be continued