Tecnologia promove transformação urbana em SP em Hack The City nova série original da NatGeo com a Intel!

Em Hack The City, nova série do National Geographic em parceria com a Intel, mostra como a tecnologia pode promover a transformação urbana em São Paulo e incluir pessoas marginalizadas na sociedade dentro do dia-a-dia da cidade.  

A série é composta por quatro episódios que mostram como quatro artistas usaram a tecnologia para potencializar seus projetos artísticos e contribuir para suavizar a brutalidade de São Paulo.

As obras ficarão expostas por volta de seis meses em diferentes locais de São Paulo que concentram grande circulação de pessoas.

São elas um retrato gigante no icônico Minhocão; uma pista de skate em Paraisópolis; uma instalação de iluminação no viaduto Júlio de Mesquita Filho; e um mobiliário interativo na praça Dom José Gaspar.

Foto: National Geographic Brasil

O Arroba Nerd pode conferir dois episódios das série e no primeiro e o mais emocionante dos dois e mostrou o processo da fotográfica Raquel Brust na criação de um giganto, um painel gigante que fica em um prédio que dá para o Minhoção.

Todas as etapas do projeto de Brust para a criação da obra foi mostrada e retratado no episódio que conta desde das entrevistas com alguns dos refugiados até a sessão de fotos com a mulher de origem árabe, protagonista do retrato e até mesmo a execução da obra no viaduto.

Já o segundo episódio é foi o desenvolvimento do projeto “Eu Somos” do Coletivo MOOC, um grupo jovens negros moradores da periferia paulistana que revitalizou uma pista de skate pública na favela de Paraisópolis.

Foto: National Geographic Brasil

Bem interessante também pelo ponto de vista da comunidade que também deseja ter acesso a cultura e ter um espaço deles, dentro da comunidade onde eles moram para passarem suas mensagens e falar com os moradores da região.

Hack The City será transmitida no canal National Geographic e no FOX App na quarta, dia 12 de setembro às 19h45, e também no YouTube da National Geographic, aberto ao público. São 4 episódios de mais ou menos 20 minutos de duração.

Miguel Morales

Sempre posso ser visto lá no Twitter falando sobre o que acontece na TV aberta, nas séries, no cinema e claro outras besteiras. Uso chapéu branco e grito It's Handled! Me segue lá: twitter.com/mpmorales