Girls | 6×01 – All I Ever Wanted

Elas estão de volta!

O grupo de amigas mais disfuncional da TV retorna para sua 6ª e última temporada da série Girls. Após acompanharmos os sucessos (nem tanto) e os fracassos (vários) das meninas chegamos a essa temporada com elas um pouco mais maduras. Nesse novo ano veremos Hannah desfrutar de seu rápido sucesso como escritora, depois ganhar sua coluna em um jornal. Uma Marnie, em processo de divórcio com Desi, tentando buscar sua independência. Enquanto isso o novo casal, Jessa e Adam vão embarcar em num novo projeto criativo. Por último, a sempre excêntrica Shoshanna, vai começar a sentir realizada profissionalmente depois de muito tempo na busca de se encontrar.

O primeiro episódio já começa com Hannah aproveitando as glórias de ter seus artigos publicados em várias revistas e jornais importantes da cidade, mas mesmo com sucesso e reconhecimento a personagem continua igual ao que sempre foi: narcisista, individualista e eu, eu, eu, eu. Próxima etapa em sua carreira jornalística: se infiltrar em um acampamento nos Hamptons onde as ricas donas de casa começaram a praticar surfe ao invés de Ioga. “Elas estão se apropriando da cultura do surfe, queremos alguém de fora para contar essa história” diz uma hilária Chelsea Peretti numa participação especial.

Lá ela chega pronta para odiar o lugar (clássico Hannah, clássico episódio de aventura solo de Hannah numa jornada de auto-descoberta), mas acaba conhecendo Paul Louis (Riz Ahmed) um instrutor de surfe mega tranquilo, de boa com a vida, paz e amor. A personagem resolve então fugir da sua realidade e curtir a vida. “Eu só sei o que meus amigos não gostam em Nova York”, diz a personagem em uma conversa na areia.

Enquanto acompanhamos as aventuras de Hannah, a pelada (sério, as cenas de nudez continuam e muito), conhecemos o que acontece na vida das outras meninas. Marnie mudou, mas continua com os mesmos velhos hábitos de sempre (?). Em parte no seu pós casamento com Desi ela parece estar madura e começando de novo um relacionamento com Ray, mas acaba percebendo que caiu em um triângulo amoroso entre ele e Shosh, afinal Ray está passando um tempo na casa da ex devido a nova situação entre seu colega de quarto Adam e Jessa. Os pombinhos do amor vivem comendo iogurtes, andando pelados (o que acontece com essa série?) e se pegando toda hora.

Foto: HBO

Lena Dunham mostra que talvez seus dons de atuação ainda não superam sua habilidade em escrever e produzir os episódios da série, mas o restante do bem escalado elenco melhorou bastante sua atuação ao longo dos anos ficando aqui o destaque para Adam Drive que teve um ano de 2016 bem movimentado depois do lançamento de Star Wars: O Despertar da Força (2015). Zosia Mamet teve poucas cenas no primeiro episódio mas sempre rouba a cena com sua personagem meio maluca e meio ingênua.

Então Girls nos mostra um ótimo episódio de retorno juntando tudo que a série tem de melhor, os monólogos de Hannah, algumas das meninas fazendo alguma burrada que claramente vão se arrepender lá na frente e piadas sutis, mas engraçadas para quem já vem acompanhando a série desde do começo. O grande problema de Girls era a falta de um foco especifico e um norte. No começo do seriado a palavra amadurecimento era uma grande interrogação em termos de narrativa, e claro se concretizou ao longo que as temporadas foram passando. Tivemos episódios isolados, lembra daquele que Hannah passa o episódio todo transando com o Patrick Wilson? Ou aquele que acompanhamos Shosh no Japão na sauna feminina? Então, a série explorou as situações mais loucas e impensáveis agora é hora de despedir das meninas que fizeram essa série diferente, engraçada e critica ao mesmo tempo uma diversão que não se vê muito mais na TV hoje em dia. Já esperando o que esses últimos episódios nos reservam. Nos vemos no final.

A última temporada de Girls estreia em 12 de Fevereiro pela HBO Brasil e no aplicativo da HBO GO BR.

Leia mais sobre Girls.