Game of Thrones | 8×03 – The Long Night

Game of Thrones trouxe a noite mais longa para a batalha entre Westeros e o Rei da Noite. O clima foi bem colocado na tela, os personagens estavam tensos com a possibilidade das baixas, mas infelizmente a HBO e toda a produção pecou muito na imagem, muito escura e em momentos não dando para distinguir o que acontecia em cena.

No geral foi um episódio muito bom, desfechos necessários, mas em momentos muito rápido, eu achava que a noite mais longa duraria mais alguns episódios.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

O episódio teve momentos bem importantes, como a chegada de Melisandre e toda a sua magia do Senhor da Luz. Seu encontro com Davos é tenso, pois ele prometeu matá-la por tudo o que fez, assim como foi muito bacana a lembrança dela e de Arya sobre o primeiro encontro delas. E ela deixa claro que Arya irá matar agora os olhos azuis.

Arya sofreu bastante e teve um crescimento muito bom, assim como a sua força passada para Sansa, que ganha uma adaga para se defender na cripta. E é também na cripta que Sansa deixa claro que se esconder também é lutar, pois é um alvo a menos para os soldados se preocuparem, e foi melhor ainda por ela falar isso para Tyrion.

As baixas foram bem sentidas e apresentadas, como Lyanna e Jorah Mormont, ele protegeu Daenerys até o fim, enquanto a pequena, mas forte, antes de seu suspiro derradeiro matou um gigante. A personagem teve um final sensacional! Poderia sobreviver, mas sua morte foi muito bem colocada em cena, da mesma forma que a de Theon. Ele teve o perdão de Bran, que deixou claro que ele é um grande homem, e foi morto pelas mãos do próprio Rei da Noite.

Brienne, Pod, Jamie, Clegane Cão, Gendry, Verme Cinzento, Tormund e muitos outros que já achei que encontrariam seu fim por aqui sobreviveram de forma incrível, lutando até a morte do Rei da Noite.

E chegando nela, esperava que Jon Snow agisse mais, mas ficou encurralado pelo dragão Viserion revivido, enquanto o Rhaegal fica atordoado depois da batida com o irmão e a queda de Jon. Já Daenerys luta em cima de Drogon. Ela também desce em Winterfell e luta bravamente sendo protegida por Jorah, que está ao seu lado até seu último instante.

Agora, o Rei da Noite adentra o castelo, vai até Bran e quando está para lhe tirar a vida com sua espada, é Arya quem salta sobre ele e tenta lhe furar com uma adaga de aço valeriano, mas ele a segura pelo pescoço. É maravilhoso e de segurar o ar quando ela solta a adaga e a pega com a outra mão e crava em sua barriga.

Game of Thrones então termina com todos os mortos caindo, enquanto os Caminhantes Branco explodem após a morte de seu Rei. Foi simplesmente sensacional, mas agora a série se volta para a realocação e o planejamento do confronto contra Cersei, que deve ser tão fulminante quanto a luta conta o Rei da Noite. Infelizmente esperava muito mais dessa batalha, e não sei o que esperar dos jogos agora em Porto Real, ainda mais com tantas baixas dos exércitos de Dothraki, dos Selvagens, os Imaculados e muitos outros.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.