Game of Thrones | 7×07 – The Dragon and the Wolf [Season Finale]

Mesmo trazendo momentos importantes e decisivos para a trama, além de concluir muitas das histórias em aberto, Game of Thrones se mostra incoerente em diversos momentos, e quando desejamos mais informações sobre determinados acontecimentos, os roteiristas e diretores simplesmente correm com as coisas para concluir logo a linha de raciocínio e ter tempo (sic) de mostrar o desfecho esperado para a conclusão da temporada.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

A reunião no foço do dragão em Porto Real tinha tudo para ser sensacional, mas foi uma sucessão de equívocos na busca de mostrar que Cersei ainda está no comando de seu destino. Mesmo com Jon, Tyrion e Daenerys buscando mostrar que os caminhantes são reais e que podem ultrapassar o Norte e se isso acontecer, todos serão destruídos, ela ainda mantém a pompa e o poder que tem para mentir e dominar a situação. Até mesmo quando Euron “foge” para as Ilhas de Ferro, ele faz mentindo para estar ao seu lado e ir a Essos buscar seus recursos comprados com o dinheiro retirado dos Tyrell.

A honra de Jaime se mostra mais uma vez em cima de suas palavras. Ele prometeu que iria ao Norte ajudar na batalha contra o Rei da Noite e fará isso, mesmo que tenha de passar por cima de Cersei, que não implora, mas usa família e sua gravidez para mantê-lo ao seu lado, só que dessa vez sua manipulação não funciona. Ela chega a usar o Montanha contra Tyrion, mas também não consegue dar cabo do irmão. E por falar em Montanha, Clegane ainda o confronta, deixando claro que o irmão sabe que esse dia que eles lutariam, quem sabe até juntos, chegaria.

Daenerys e Jon, mais aliviados com a falsa união de Cersei, partem para o norte de navio para que contem tudo o que aconteceu e o motivo de sua união com a Rainha Targaryen. No caminho, mesmo que Jorah olhe torto e Tyrion fica com um pé atrás em cima dos acontecimentos, observam o amor de Jon e Daenerys florescer e eles acabarem dormindo juntos.

Em Winterfell, temos os momentos que eu mais queria ver os desdobramentos e na verdade foram bem superficiais. Sansa e Mindinho conversam, ele mais uma vez tenta jogá-la contra Arya, só que Sansa reflete muito bem sobre tudo o que acontece ao seu redor. Na grande sala ela chama a irmã e coloca os cavaleiros ao seu lado, aparentando que sua sentença seria contra Arya, e tendo Bran ao seu lado, mas o jogo vira e Mindinho é o condenado. Gostei da forma como é exposta suas mentiras, como ele manipulou Jon Arryn, Lysa, Catelyn, como usou seus jogos para condenar Ned, e jogar Starks contra Lannisters. Esperava ele implorar mais, mas Bran logo contou de forma sucinta suas palavras e Arya foi a ceifadora, executando a ordem de Sansa.

Então temos dois momentos singelos, um de Arya ao lado de Sansa, onde as irmãs falam sobre suas diferenças e como Ned gostaria que elas se protegessem agora que o inverno está mais intenso, e o outro momento mais forte é a chegada de Sam e como ele e Bran deixam claro que precisam contar a verdade sobre a origem de Jon, ou mehor, Aegon Targaryen. Jon é filho de Raegar e Lyanna, e o casamento deles foi selado após o fim do matrimônio anterior, não deixando Jon um bastardo. Lyanna e Raegar se amavam, mas Robert não aceitava que ela pudesse cair nos braços de um Targaryen e assim a mentira, ou sua for, acabou sobrepondo o amor do casal.

Nos momentos finais do episódio vemos em Atalaialeste os caminhantes se aproximando da Muralha, mas Tormund e os outros membros da Patrulha da Noite se mantém tranquilos, mas eis que o Rei da Noite chega montando o dragão Vyserion em forma zumbi e derruba tudo, permitindo que seu exército ultrapasse a Muralha e caminhe para o sul… Ainda confuso com a forma como as coisas se dão, ainda me pergunto como o Rei da Noite atravessaria a Muralha, ou como ele esperava que um dragão seria de grande valia. Estaria sua mente conectada de alguma forma a de Bran? Saberia ele como proceder a cada passo por conta do conhecimento do jovem Stark? Aguardemos respostas…

Agora falando sobre a temporada por conta de seu roteiro, para mim a trama dessa temporada tem uma montagem tão errônea, que Jon e sua equipe vão de Pedra do Dragão a Atalaialeste, cruzam a muralha, ficam dias esperando Daenerys e os dragões, voltam a Porto Real, expõe o caminhante branco, enquanto isso levou alguns episódios para Sam e Gilly sair de Cidadela e chegar a Winterfell…

Enfim, lá no início reclamei de tempo, e Game of Thrones entregou o seu episódio mais longo da série até aqui e mesmo assim ficamos com o sentimento de que faltou muitas coisas para serem melhores esclarecidas, e até desenvolvidas. Agora nos resta esperar para ver como será a conclusão dessa saga e que venham de forma coesa e sem mudar a estrutura das tramas e personagens apresentados até aqui. Que seu desfecho faça jus a obra de George R.R. Martin, mesmo que ele não tenha terminado de escrever os livros da saga…