Frequency | 1×11 – Negative Copy

Frequency finalmente começa a caminhar para sua reta final e assim desenhar o que devemos esperar de suas tramas. O mais interessante é finalmente ver em um episódio como as atitudes de Jack interfere tão radicalmente na vida de Raimy e espero que isso seja mais constante nos próximos 2 episódios.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Os jogos no tempo continuaram e é interessante ver a relação de uma filha e pai assim a distância. Gostei da emoção de Raimy revivendo a atenção que o pai tem por ela enquanto sua versão jovem a vive na pele. Poderiam trabalhar um pouco na forma como as coisas acabam afetando o presente de Raimy, um sinal, sei lá… É interessante vir de forma natural e só chocar Raimy? É. Mas poderiam fazer jogo de luzes, granulação, não sei.

No presente Raimy precisa lidar com o fato de que matou a sangue frio Deacon e todos começam a investigar a situação, mas a cada jogada de Jack seu presente vai sendo modificado. Primeiro com a morte de Deacon simplesmente sumir e ele ser investigado, para então ele simplesmente sumir… Fica a sensação de que ele morreu, mas deve ter ido atrás de Meghan. O choque de Raimy é excelente, e o bom é que nessa nova linha que termina o episódio, Meghan sai ilesa, mas seu irmão, que estaria vivo até ali, está machucado.

Da parte pessoal, Gordo continua completamente sem função, enquanto sua relação com Daniel é superficial e não nos faz torcer pelos dois…

Já no passado eu gosto como a relação de Satch conduz as coisas, pois ele precisa finalmente explicar o motivo de ser tão próximo de Moreno. Simples e com muita fidelidade devido a proteção, isso mostra dedicação e respeito, mas já passou dos limites, já que ele sabe das condições e Moreno. Só que algo me parece errado, sinto como se Satch escondesse mais coisas, e não duvido ele ser o cabeça acima de Moreno…

Se Raimy e Daniel é frio, Jack e Jules vai no caminho oposto, nos envolvendo em suas tramas e querendo que eles se resolvam e que o destino dela mude logo. A relação de amor e desconfiança vai aumentando mais no amor e Jack vai ganhando a confiança da esposa. Os dois sabendo a verdade sobre Deacon e trabalhando para mudar as coisas foi genial! Jurei que Jules fosse finalmente saber da ligação do marido com a filha…

Espero que Frequency conclua bem sua temporada, fechando as tramas e saindo por cima.

Fico por aqui, comentem e to be continued

Nota do Crítico: