Frequency | 1×07 – Break, Break, Break

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Mesmo com um ritmo um pouco mais lento, Frequency focou em Satch e fez um episódio delicioso, ainda mais com inúmeras verdades vindo á tona e mexendo bastante no passado. Estou curtindo como as duas linhas do tempo são conectadas e acabam “acontecendo” ao mesmo tempo, com as memórias de Raimy surgindo após as interferências.

Tanto em 1996, quanto em 2016, Satch se vê rodeado com a história de Nightingale, principalmente pela forma como os Sullivan puxam tanto isso para sua vida. Jack age de forma confusa, sem dar detalhes de como sabe das coisas, enquanto Raimy vai agindo em cima das histórias do passado e buscando não expor sua ligação com o pai.

Se no passado Satch e Jack dão de cara com o local onde Nightingale encarcera suas vítimas, dando assim mais espaço para que no passado eles vão atrás dele e evite o assassinato de Julie, no presente Satch perde a paciência e joga Raimy em seu quarto onde ele vem montando uma linha do tempo e tem todo o tipo de reportagem e informações sobre o serial killer.

Toda a parte de 2016 é focada nessa relação de Raimy e Satch e em como ele perde a paciência, pois em 1996 a trama anda de forma a Frank confrontar Moreno e deixar claro a ele que não confia nele. Só que se isso não bastasse, Frank vê um caso de seu passado ir a Julie e abrir o jogo sobre sua relação.

Julie fica fora de si, pois Frank se entregou tanto ao seu disfarce que teve um caso e ele não aceita que ela veja dessa forma. É intenso ver isso e ficamos com Julie nessa história, pois Frank errou muito com ela.

Esperando agora para ver como Frequency irá fechar sua história, e arrume o desaparecimento de personagens, pois Daniel, Gordo, Karl e muitos outros acabam apenas sendo coadjuvantes de luxo. A The CW decidiu por não pedir mais episódios, deixando a série ser concluída com 13 episódios, e será interessante ver a história redonda.

Fico por aqui, comentem e to be continued