Final Fantasy XV | Análise

Final Fantasy XV é o mais novo jogo da aclamada franquia da Square Enix. Um game que demorou mais de dez anos para ser desenvolvido e o resultado é simplesmente fantástico.

Logo na tela inicial temos uma mensagem: “Um Final Fantasy para fãs e novatos“, o que deixa bem claro qual a verdadeira intenção do jogo, renovar um dos RPGs de maior sucesso de todos os tempos.

História

O game conta a história do príncipe Noctis, o personagem principal, e seus inseparáveis companheiros Gladiolus, Ignis, Prompto e Leonis. O objetivo é salvar o reino de Lucis, que  após uma traição, foi invadido por seus antigos aliados, o estado de Niflheim, para restabelecer a paz que há muito tempo reinava.

Como todo bom RPG japonês o desenrolar da história é lento e muitas vezes você pensará que está fazendo sides quests, mesmo seguindo as missões principais. No entanto, da segunda metade em diante, o jogo torna-se mais denso e os combates, com um visual que te deixarão de boca aberta, acontecerão.

Personagens

Os o personagens principais e sua interação, são um dos pontos mais fortes do game. Cada um tem uma personalidade bem definida e há uma interação constate entre eles. Na maioria da vezes o tom do jogo é serio, mas a presença da comédia é constante.

Jogabilidade, Gráfico e Trilha Sonora

Quem já jogou Final Fantasy, ou qualquer outro RPG de origem nipônica, está acostumado com os combates em turnos. Em Final Fantasy XV (FFXV) há uma mudança nesse aspecto, os combates são mais acelerados e sem turnos, o que podemos chamar de um jeito mais ocidental de se combater.

Se fôssemos resumir em uma palavra esse dois itens, resumiríamos com a palavra “espetacular”. Os dois aspectos vão, com certeza, te deixar com o queixo caído.

Os gráficos são impressionantes e seu enorme mundo aberto é riquíssimo em detalhes, seja nas construções, nos enormes animais presentes por toda parte, nas dungeons, enfim em tudo. As imagens que estamos usando nesse post comprovam isso, pois todas elas são fotos tiradas pelo personagem Prompto dentro do próprio jogo.

A trilha sonora é outro ponto forte do game e ficou por conta da mestre Yoko Shimomura, que em seu currículo conta com Super Mario RPG, Street Fighter II, Final Fight, entre outros…

Conclusão

Realmente Final Fantasy XV é um game para fãs e novatos. O game é espetacular e para mim, que estava afastado da franquia desde Final Fantasy VII, me surpreendi muito. O fato é que Final Fantasy XV revigora a franquia e o coloca de volta ao topo dos RPGs, lugar de onde nunca deveria ter saído.

Final Fantasy XV foi lançado no início do mês para PlayStation 4, Xbox One e PC.

E aí o que achou do game?

Nota do Crítico: