Evil | 1×04 – Rose390

Evil nos trouxe o provável “anti-Cristo” e foi em uma trmaa bem interessante, focada em uma família onde o filho mais velho traz problemas, mas o mais bacana acabou ficando para as filhas de Kristen e os jogos eletrônicos.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Da parte das investigações, o que temos é um garoto que se isola e tem pensamentos bem agressivos. Kristen e David conversam bastante com ele e com seus pais, e nada parece fora do normal, nem mesmo o possível excesso de cobre no encanamento, o que Ben logo descarta.

David se conecta bem com o garoto, entende os desesjos dele por quadrinhos e até lhe dá dicas, como orar e pedir a Deus. Só que em um desses momentos de orações, David percebe que o garoto está mesmo com algo, pois ele orava pedindo que a irmã mais nova desaparece, isso após jogá-la na piscina.

Foi bem intensa a correria para salvar a bebê enrolada, e Mike Colter entregou uma dor bem intensa ao compreender que o garoto estava pedindo algo tão doloroso para Deus, e na visão dele, acabaria recebendo, se não fosse David chegar.

O desfecho, mesmo com a diocese liberando um exorcismo, o garoto simplesmente “desapareceu”, e seus pais pedem para que todos orem por eles. Kristen e David compreendem que para proteger a família, as duas filhas, os pais mataram o garoto. Foi realmente intenso e doloroso, e acho que deve trazer pensamentos para os próximos episódios.

Enquanto isso, em casa, Kristen vê sua mãe Sheryl dar as meninas um par de óvulos de VR e elas brincam tranquilas, até acharem um jogo para maiores que começa a causar muito terror nas mais novas. O problema é que o jogo causa espanto demais e Kristen pede para que Ben bloqueie o jogo, só que uma tal de Rose390 começa a aparecer até mesmo para ele, e quando as meninas jogam uma versão de coelhinhos, aquela entidade aparece no jogo e deixa claro que ela irão ficar orfãs.

Vemos mais cedo as garotas e Kristen mandando mensagem para o pai delas, e fico imaginando o que irá acontecer com ele. Essas entidades estão sondando Kristen e sua família, e até mesmo a presença de George, mesmo que ela ache que seja um sonho, me deixa intrigado.

Gosto da ideia de Evil realmente brincar com o mundo real e o sobrenatural, e o legal é que a série fazendo isso, mostra algo diferente, com os sempre ótimos roteiros da equipe do Casal King.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.