Estreias da semana (07/09) tem It – A Coisa, Lino, O Jantar e mais!

As estreias da semana do feriadão de 07 de setembro vem com todos os tipos de filmes! Animação, terror, cinema nacional. Os destaques ficam para It – A Coisa e para Lino – O Filme.

Confira:

1 – IT – A Coisa 

A maior estreia da semana é uma adaptação do livro de Stephen King, IT – A Coisa e tem no elenco os atores Bill Skarsgård, Finn Wolfhard e Sophia Lillis como os destaques.

Sinopse: Um grupo de sete adolescentes de Derry, uma cidade no Maine, formam o auto-intitulado `Losers Club´ – o clube dos perdedores. A pacata rotina da cidade é abalada quando crianças começam a desaparecer e tudo o que pode ser encontrado delas são partes de seus corpos. Logo, os integrantes do `Losers Club´ acabam ficando face a face com o responsável pelos crimes: o palhaço Pennywise.

O que achamos: Bill Skarsgård como Pennywise brilha e assusta e ele por si próprio já é um dos motivos para assistir o filme o que já conta excelentes pontos para a produção. Com um ótimo visual e um elenco mirim que entrega ótimas atuações é um presente para os fãs de terror que faz o filme ser uma produção que não pode deixar de ser vista. Crítica completa aqui.

Trailer: 

2 – Lino – O Filme

Animação nacional com as vozes de Selton Mello, Dira Paes e Paolla Oliveira, Lino – O Filme é uma produção feita pelo estúdio nacional Start Anima. 

SinopseLino é um animador de festas pra lá de azarado. Quando tenta mudar de vida, encontra um feiticeiro trapalhão que só piora tudo! Será que ele vai conseguir escapar dessa?

O que achamos: A animação tem qualidade técnica mas falta um bom roteiro. Queremos mais produções de animação de qualidade técnica como este, lógico, mas que elas venham com boas histórias a serem contadas, só que além de tudo isso, precisa ser melhor dosada e com diálogos bem pensados. Crítica completa aqui. 

Trailer:

3. O Jantar 

Drama que estreou no Festival de Berlim, O Jantar tem no elenco Richard Gere, Laura Linney, Steve Coogan, as atrizes Rebbeca Hall e Chole Sevigny. Tem roteiro e direção de Oren Moverman.

Sinopse: Dois casais se encontram em um elegante restaurante de Amsterdã. Enquanto a comida vai e vem, eles começam a conversar, passando por banalidades da vida até assuntos mais complicados. A discussão chega ao seu limite quando falam sobre seus filhos adolescentes, dois rapazes que estão envolvidos em uma complicada investigação policial.

O que achamos: Filme com um história muito interessante e com quatro atuações principais bem bacanas, O Jantar parece quando você come a sobremesa antes sabe? Tipo enganar a fome. Ele começa muito bem, vem com uma barrigada e termina de forma rápida! Mas vale a pena conferir sim. A atriz Laura Linney está fantástica como sempre, Richard Gere sempre dando um show de interpretação e Rebeca Hall uma grande surpresa. A trama lida com assuntos, polêmicos que são tratados de forma bem inteligente. Nota: 3,5/5

Trailer

4. 222: Encontro Marcado

Drama com elementos sobrenaturais, 222: Encontro Marcado tem os atores Michiel Huisman e Teresa Palmer.

Sinopse: Dylan Branson (Huisman) é um homem que tem a sua vida permanentemente mudada quando uma série de eventos se repete exatamente no mesmo horário todos os dias, às 2:22 da tarde. Quando Dylan se apaixona por Sarah (Palmer), uma jovem mulher que tem sua vida ameaçada pelos eventos ocorridos, ele deve resolver o mistério que o cerca para preservar o amor que a vida lhe ofereceu como uma segunda chance.

O que achamos: Com uma trama um pouco confusa e que demora para mostrar para que veio, o filme conta demais com a beleza do casal principal para contar uma história interessante mas que desliza em alguns momentos. Huisman até entrega uma atuação esforçada mas o tire e põe de camisa no filme atrapalha muito a performance dele.

222: Encontro Marcado, flerta com diversos tipos de assuntos e uma hora soa mais cientifico ou mais sobrenatural e sua explicação final para os mistérios soam um pouco forçada. Mas os efeitos especiais são bem legais de se acompanhar e o filme não é de todo ruim. Ao final do filme fica claro que a produção não vale a ida ao cinema e o match desse encontro é recomendável esperar ele chegar em DVD ou em algum serviço de streaming. Nota: 3/5.

Trailer: 

5. Polícia Federal – A Lei É Para Todos.

Filme nacional que conta os bastidores do início Operação Lava-Jato que começou há 3 anos e sempre está nas manchetes dos jornais e nos tele-jornais. É a maior investigação brasileira sobre lavagem de dinheiro, corrupção e desvio de verbas no país. Baseado no livro de Carlos Graib e Ana Maria Santos, tem no elenco Antonio Calloni, Flavia Alessandra, Ary Fontoura e Marcelo Serrado. 

Sinopse: O filme conta a saga da maior e mais bem-sucedida operação de combate à corrupção da história do país – a Operação Lava Jato. Pelo ponto de vista do delegado Ivan (Antonio Calloni) e de sua equipe da Polícia Federal, em conjunto com a força-tarefa do Ministério Público Federal, o longa revela os esforços para desvendar o esquema de lavagem de dinheiro e pagamento de propinas a executivos da Petrobras, empreiteiras, partidos políticos e parlamentares. O thriller mostra ainda o papel decisivo da Justiça para que a investigação não fosse destruída pelas forças políticas envolvidas.

O que achamos: Um bom filme nacional, com ótimas perseguições policiais ala Narcos (Netflix) que depois muda para um tom mais investigativo e detetive afinal a equipe formada pelos delegados da PF, Ivan e Erica interpretados  pelos atores Calloni e Flavia Alessandra, junto com o personagem de Bruce Gomlevsky, Júlio (uma das melhores atuações do filme) começam a juntar as peças e fazer conexões entre os doleiros, marketeiros e grandes empresários.

Seguindo a história desde do começo e parando até quando o ex-Presidente Lula (um caricato e com um leve deboche de Ary Fontoura) é levado em condução coercitiva para depor. Marcelo Serrado como o Juiz Sérgio Moro faz um bom trabalho mas num papel sem muito brilho. Um filme sobre um momento importância da história nacional, tenta se manter imparcial mas em pequenos momentos denuncia seu lado politico, não que seja ruim mas um filme muito apressado para ter sua história contada agora nas telonas. Nota: 2,5/5

Trailer:

E vocês o que vão assistir nesse final de semana? Comentem aqui ou lá no nosso Twitter. Até semana que vem!

 

Miguel Morales

Sempre posso ser visto lá no Twitter falando sobre o que acontece na TV aberta, nas séries, no cinema e claro outras besteiras. Uso chapéu branco e grito It's Handled! Me segue lá: twitter.com/mpmorales