Emerald City | 1×06 – Beautiful Wickedness

Focado no passado do Mágico de Oz, este episódio de Emerald City traz mais também do passado de Dorothy, uma vez que o Mágico, ou melhor, Jack, trabalhou com Karen… A forma como é desenvolvida a personalidade do Mágico é sensacional e ficou ótimo o trabalho de Vincent D’Onofrio.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Logo no início vemos Frank lidando com o processo de energia limpa que Karen, Ricardo e Jane trabalham, só que o maior problema é que ele é um homem de ciência, mas sempre é subjugado pelas mulheres. Tinha uma paixão por Karen e o mistério da paternidade de Dorothy foi levada, enquanto ele era visto como um nada por Jane e a esposa de Ojo mostrou a ele o que é magia, fazendo as crianças rirem dele.

Esse ódio pela magia e por mulheres fortes foi levado por 20 anos e nesse tempo ele suprimiu a magia para que ele não fosse renegado a nada. Com sua ciência ele conseguiu o poder e se tornou o Mágico de Oz.

Vendo a magia brincar na cara dele, em um momento que Elizabeth trama para trazer as jovens bruxas de volta, ele acha que é Anna quem mente para ele e a mata na frente de todos com a arma de Dorothy. Eamonn também trama por trás dele e acaba liberando Roan, Dorothy e a pequena Sylvie

A questão é como o mágico consegue a arma de Dorothy e logo é explicado. Ele consegue sua confiança, só que espera que a pequena bruxa transforme Glinda em pedra… Assim, Sylvie é uma jovem bruxa, e Elphaba acaba descobrindo que sua mãe está escondido em algum lugar, e Glinda mantém ela sob proteção.

Elphaba agora entende que os planos de Glinda vão além, este era o segredo da Bruxa do Leste queria lhe contar, mas foi derrotada pro sua curiosidade. Roan tem sua mente bloqueada por Glinda, pois ele transportava por Nimbo as pequenas buxas nascidas.

E também tivemos o reencontro de Tip e Jack, que foi cheio de emoções e com a Princesa Ev deixando claro que o possui, enquanto mostra a Tip a merda que ela fez. Gostei dos diálogos, mas a atuação em si foi bem fraca. Ver Princesa Ev mascarada tem o seu ar de mistério, mas atrapalha muito sua atuação. A descoberta de que seu pai virou pedra foi bem sem sal.

O drama vai aumentando e Emerald City fica cada vez mais interessante e nos envolvendo com as tramas de seus personagens.

Fico por aqui, comentem e to be continued