Em segunda dominada por realities shows, Supergirl cai e Jane the Virgin estreia ok

E temos mais números de audiência da TV aberta divulgados pelo The Nielsen Company para segunda, dia 17 de outubro. Lembrando que nesse post sempre falamos da audiência ao vivo (o chamado Primetime Live + Same-Day).

Confira abaixo:

Horário Série / Emissoa Demo 18-49 Rating/Share Audiência (milhões)
20h The Big Bang Theory (CBS) 3.4/12 13.84
The Voice (NBC) (20h-22h) 2.6/9 11.10
Dancing With the Stars (ABC) (20h-22h.) 1.5/5 10.37
Gotham (FOX) 1.1/4 3.20
Supergirl (The CW) 0.9/3 2.57
20h30 Kevin Can Wait (CBS) 2.1/7 8.67
21h 2 Broke Girls (CBS) 1.6/5 5.87
Lucifer (FOX) 1.1/4 3.66
Jane the Virgin (The CW) – Estréia 0.4/2 1.20
21h30 The Odd Couple (CBS) – Estréia 1.1/4 4.71
22h. Timeless (NBC) 1.5/5 6.06
Scorpion (CBS) 1.3/5 7.15
Conviction (ABC) 0.8/3 4.49

A série Jane the Virgin começou sua 3ª temporada, pela The CW atingindo 0.4 no demo 18-49. Segundo dados do próprio Nielsen os números foram iguais a da estréia da 2ª temporada. Já Supergirl não atingiu ponto no demo, marcando 0.9 , abaixo dos 1.1 do episódio de estréia.

A outra estréia da semana não foi nada bem, The Odd Couple, da CBS, que marcou 1.1 de audiência, perdendo 0.5 da audiência que recebeu de 2 Broke Girls. O resto da grade da CBS foi bem, com The Big Bang Theory tendo os melhores números da noite novamente.

No horário das 22h, Conviction (ABC), nem atingiu pontuação no demo, assim a disputa ficou entre Timeless (NBC) que venceu no demo 18-49 e Scorpion (CBS) que teve uma audiência geral maior.

COMO LER OS NÚMEROS DE AUDIÊNCIA?

Audiência Geral: números de televisores ligados no programa durante sua exibição ao vivo.

Demo: Audiência qualificada de adultos entre 18-49 anos que para os anunciantes é a faixa etária que, segundo pesquisas, são pessoas que tendem a comprar mais coisas/produtos que são anunciadas nos comerciais dos programas. Quanto maior o número quer dizer que mais pessoas estão assistindo o programa, mais caro as emissoras cobram dos anunciantes e assim mais dinheiro eles faturam. Os números devem ser lidos em porcentagem e em duas partes.

Rating: Porcentagem de pessoas do público alvo 18-49 que assistem o episódio de um determinado programa.

Share: Porcentagem do total de TV ligadas que estavam assistindo a um determinado programa naquele horário.

Assim, se um episódio de Grey’s Anatomy faz 2.3/8 no demo, significa que 8% de todos os televisores estavam ligados no programa e 2.3% das pessoas que assistiram eram da faixa 18-49.