Em outra noite de futebol, especial Rocky Horror não vai bem na FOX

Em mais uma análise dos números da audiência chegamos a noite de quinta-feira, um dos dias mais disputados da temporada.  The Rocky Horror Picture Show não conseguiu uma boa audiência para FOX, Superstore e The Good Place caíram também.

Confira a tabela:

Horário Série / Emissora Demo 18-49 Rating/Share Audiência
(milhões)
20h Grey’s Anatomy (ABC) 2.1/8 8.06
Thursday Night Kickoff (CBS) 2.1/8 7.98
The Rocky Horror Picture Show: Let’s Do the Time Warp Again (FOX) (20-22h ) 1.7/6 4.95
Superstore (NBC) 1.0/4 4.15
Legends of Tomorrow (The CW) 0.6/2 1.78
20h30 Thursday Night Football (CBS) (20h30-23h) 3.0/11 10.50
The Good Place (NBC) 0.9/4 3.77
21h Chicago Med (NBC) 1.2/4 6.61
Notorious (ABC) 0.9/3 3.98
Supernatural (The CW) 0.6/2 1.64
22h How to Get Away with Murder (ABC) 1.2/4 4.30
The Blacklist (NBC) 1.1/4 5.34

A nova versão da FOX para o filme The Rocky Horror Picture Show não fez uma audiência de destaque nessa quinta-Feira. O especial de 2 horas fez 1.7 no demo 18-49 e ficou abaixo dos 5 milhões na audiência geral. Em comparação ao musical Grease Live! a audiência ficou bem abaixo do esperado.

Mesmo assim, The Rocky Horror Picture Show aliado com os eventos esportivos e junto com a forte presença de Grey’s Anatomy foram os responsáveis pela queda das comédias da NBC que atingiram seu números mais baixos na temporada.  A série de America Ferrara, Superstore atingiu 1.0, já  The Good Place ficou com 0.9 no demo.

Pela The CW, Legends of Tomorrow e Supernatural ficaram com 0.6 no demo (a segunda caindo da audiência de estréia da semana passada). Na ABC, How to Get Away with Murder, venceu The Blacklist por 0.1 a mais no demo.

COMO LER OS NÚMEROS DE AUDIÊNCIA?

Audiência Geral: números de televisores ligados no programa durante sua exibição ao vivo.

Demo: Audiência qualificada de adultos entre 18-49 anos que para os anunciantes é a faixa etária que, segundo pesquisas, são pessoas que tendem a comprar mais coisas/produtos que são anunciadas nos comerciais dos programas. Quanto maior o número quer dizer que mais pessoas estão assistindo o programa, mais caro as emissoras cobram dos anunciantes e assim mais dinheiro eles faturam. Os números devem ser lidos em porcentagem e em duas partes.

Rating: Porcentagem de pessoas do público alvo 18-49 que assistem o episódio de um determinado programa.

Share: Porcentagem do total de TV ligadas que estavam assistindo a um determinado programa naquele horário.

Assim, se um episódio de Grey’s Anatomy faz 2.3/8 no demo, significa que 8% de todos os televisores estavam ligados no programa e 2.3% das pessoas que assistiram eram da faixa 18-49.