Editora JBC lança sua loja conceito, a JaporamaStore

Antes de 2018 acabar, a Editora JBC faz mais um lançamento, desta vez não é um novo mangá, e sim a sua primeira loja de rua. A JaporamaStore foi aberta no dia 17 de dezembro, em São Paulo, ainda em fase de testes, vendendo os mangás e livros da JBC. Mas não vai parar por aí. Em breve, a loja também comercializará outros produtos – inclusive mangás de outras editoras.

A ideia é sermos uma loja conceito de cultura japonesa, por isso logo deveremos ter mangás de concorrentes como os das editoras Newpop, Devir, entre outros, além de livros japoneses e até mangás independentes brasileiros“, explica Cassius Medauar, Gerente de Conteúdo da JBC.

Com a atual crise de distribuição que o mercado editorial está passando, a editora resolveu pôr em prática um sonho antigo de ter uma loja própria, onde os leitores pudessem encontrar todos os seus produtos.

Em um momento tão difícil, achamos que ter uma oferta de títulos de outras editoras, livros e produtos sobre a cultura japonesa ajudaria a transformar a JaporamaStore em um ponto de encontro, onde os fãs conseguiriam encontrar tudo o que procuram num só lugar“, contou Marina Shoji, CEO da JBC.

A JaporamaStore abriu ainda em fase de testes em um espaço reduzido, mas nos próximos meses a loja completa será inaugurada para o público. A Editora JBC também prepara para as próximas semanas o lançamento de sua loja Online, que terá o mesmo conceito da loja física, completando assim o plano de dar aos leitores o máximo de acesso possível ao seu catálogo.

SERVIÇO

JaporamaStore
Onde: Rua Machado Bitencourt, 291 – Vila Mariana – São Paulo/SP, próximo ao metrô Santa Cruz
Quando: a partir de 17 de dezembro de 2018
Horários: de segunda a sexta, das 10h às 18h (abre excepcionalmente no fim de semana: 22/12, das 10h às 18h e 23/12, das 10h às 17h)

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.