EA fecha a Visceral, estúdio responsável por Dead Space

Electronic Arts anunciou o fechamento da Visceral Games, o estúdio que nos trouxe jogos como Dead Space e Battlefield Hardline. Atualmente o estúdio trabalhava no desenvolvimento de um jogo baseado no universo da franquia Star Wars que agora será colocado a cargo da EA Worldwide Studios, localizada em Vancouver, no Canadá.

De acordo com o comunicado oficial, a Visceral Games trabalhava em um jogo de aventura, com um enredo linear, que precisará passar por mudanças, visto que após o feedback de jogadores e testes preliminares, foi concluído que haveria a necessidade de alterações para que o game possa oferecer uma experiência mais significativa e ampla. Provavelmente indicando algo completamente diferente do que havia sido desenvolvido até o momento.

Cena do projeto ‘Ragtag’ desenvolvido pela Visceral Games. (Foto: Reprodução/EA)

Ainda de acordo com as informações cedidas pela EA, a decisão foi tomada acompanhando as mudanças no mercado de jogos eletrônicos, e que apesar do encerramento do estúdio, eles pretendem remanejar o máximo dos funcionários atuais para outros projetos e estúdios que pertencem a EA.

Circulavam alguns boatos e rumores que este projeto da Visceral já passava por problemas por não estar de acordo com a proposta da EA, e que outros estúdios andavam ajudando a colocá-los de volta nos trilhos. O que fica evidente que não funcionou.

Quanto ao futuro de Amy Hennig, que deixou a Naught Dog em 2014 para assumir como diretora deste projeto na Visceral, de acordo com a EA: “Estamos conversando com a Amy sobre o próximo passo dela“.

Por esse motivo este projeto que tinha previsão para ser lançado em 2019 e responde pelo nome de Ragtag, fica sem data prevista para sair.

A Visceral ou EA Redwood Shores, havia sido fundada em 1998 e alguns de seus games são: Dead Space (2008); Dante’s Inferno (2010); Dead Space 2 (2011); Dead Space 3 (2013); Army of Two: The Devil’s Cartel (2013); Battlefield Hardline (2015).

É sempre triste escrever sobre o fechamento de um estúdio, ainda mais quando este produziu uma franquia tão legal como Dead Space.

Erick Cartman

Um cara comum que passa seu tempo livre conferindo animes, filmes, games, kdramas, séries, livros e HQ's distópicas