DC’s Legends of Tomorrow | 5×01 – Crisis on Infinite Earths: Hour Five

E em Legends of Tomorrow temos a parte final da Crise nas Infinitas Terras (Crisis on Infinite Earths), e ela não nos entrega alguns destinos em aberto na própria trama, como os destinos de Charlie, Zari e seu irmão, mas mostra seus personagens, como Ava, Nate, os próprios Mick, Ray e Sara.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Foi legal ver Kara acordando e se dando conta de que Lex Luthor é embaixador da paz e ainda ganhou um Nobel, enquanto Nia o idolatra por isso, e somente ela e J’onn lembram do ocorrido na Crise. Aos poucos J’onn vai indo de herói a herói acordando-os sobre o ocorrido. Gostei do momento que Flash e Supergirl se dão conta de que eles estão em uma mesma Terra, então nada de Terra-1 e Terra-38.

Sara, Ryan, Barry, J’onn, Kara, Ray, Jefferson, e principalmente, Diggle, Dinah, e Rene sentem a morte de Oliver e todo o sacrifício que o Arqueiro Verde fez por eles, e é esse sacrifício e as mudanças em todas as Terras que devem dar o tom para os dois últimos episódios de Arrow e todas as tramas das outras séries.

Outra mudança que acabou acontecendo ficou por conta de Diggle e Lyla, que tiveram o filho John Jr modificado novamente para Sara, lembrando que eles haviam sido trocados durante o evento Flashpoint de The Flash, resta saber o que isso também mudou em Cisco, pois teve a perda do irmão e a mudança de seus poderes. Connor, filho do Tigre de Bronze e criado por Diggle e Lyla, continuou na linha do tempo.

E também agora nos resta entender o que rolou com Laurel, já que a que tínhamos era a da Terra-2 e com a mudança podemos ter de volta a Laurel da Terra-1, mas com resquícios das duas personalidades…

O Anti-Monitor ainda voltou para ser então preso em um objeto criado por Ryan, Nash e Ray, mas o maior vilão e mais legal de ver a luta foi Beebo aterrorizando o centro da cidade.

Com o novo status deste universo, agora finalmente temos a Liga da Justiça, um local que lembra a Sala da Justiça da série dos Super-Amigos e ainda a presença de Gleek, que deve render momentos divertidos, e já esperamos a chegada de Zan e Jayna, os Supergêmeos.

E ao final temos a Terra da The CW do Arrowverse sendo chamada Terra-Prime, e as terras de outras produções restauradas em seus devidos lugares para dar continuidade aos outros filmes e séries, como a Terra-9 dos Titãs, a nova Terra-2 para a Sociedade da Justiça e a vindoura Stargirl, a Terra-96 do Superman de Brandon Routh, a Terra da Tropa dos Lanternas Verdes, a Terra do Monstro do Pântano, a da Patrulha do Destino

A Crise nas Infinitas Terras (Crisis on Infinite Earths) foi um mega-crossover que eu gostei demais, usou toda a capacidade disponível para a The CW e para o Arrowverse e entregou algo que realmente me empolgou, dentro das limitações orçamentárias e da TV aberta. Agora ficará mais fácil vermos Legends of Tomorrow, Batwoman, Black Lightning (Raio Negro), Supergirl, The Flash, e as talvez vindouras Superman & Lois e Green Arrow & the Canaries compartilhando as mesmas coisas.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.