Reviews Séries & TV 

DC’s Legends of Tomorrow | 4×15-16 – Terms of Service / Hey, World [Season Finale]

Completamente farofa, DC’s Legends of Tomorrow se mantém fiel até o último instante ao propósito de tirar onda e entregar algo divertido dentro de sua trama. Impossível não rir de Sara, Nate e Gary vestidos de Supergirl, Arqueiro Verde e The Flash, e ainda ironizar o fato de não terem participado do crossover.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

A trama seguiu simples, foi hilário ver Nora se tornando Fada Madrinha de Gary depois que a Tabatha lhe pregou uma peça, assim como as cenas no inferno trazem para o novo ano uma nova vilã, a alma perdida que Constantine se lamenta. Vai ser interessante ver as almas que ela liberou para serem lideradas na Terra.

Fora isso, os dois últimos episódios seguiu algo simples, brincou demais com as relações de Gary e as lendas, mas o melhor foi Tabatha abusar do poder de Charlie para que a metamorfa fizesse os monstros se culparem e assim Neron abrir o inferno na Terra com as almas dos humanos sendo pegas pelo app.

Reviver o paque do Nate e assim mudar o futuro foi muito bacana, pois isso criou um universo onde os metahumanos não foram hostilizados pela ARGUS, mas isso criou um problema dos grandes. Zari só foi pega por conta de seu irmão, que foi morto pela Argus e ela usou os poderes da Poderosa Isis, e quando Neron é derrotado por uma jogada de Nate e Constantine, o futuro muda e Zari desaparece…

No fim das contas o que fica intrigante é a presença de Monitor, que não gosta de nada o que vê, pois as Lendas mudaram completamente o futuro. Vai ser interessante a interação de todos durante o mega crossover…

DC’s Legends of Tomorrow fez uma temporada divertida, se perdeu em um momento ou outro, mas o saldo final é positivo, simplesmente pelo fato deles não se levarem a sério e isso ser o ponto alto de tudo.

Postagens relacionadas