DC’s Legends of Tomorrow | 4×10 – The Getaway

E DC’s Legends of Tomorrow pode ditar o futuro do Arrowverse com a mudança de necessária para continuar atormentando a vida de Zari e as consequências dela seguir as lendas, já que além da ARGUS, agora temos o Projeto Hades do Bureau…

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Se o governo quer acabar e até controlar os metahumanos, com os seres mágicos não seria diferente. Só que tem algo maior por trás. Hank no fim das contas não é tão mal e só segue as ordens e se mantém as cegas quanto a presença de Neron, que usa a forma de Desmond, o amor de Constantine, para manipular a todos e conseguir dominar nossa dimensão.

O episódio em si, com a ida até Nixon para pegar um ser mágico do antigo Egito que obriga as pessoas a falar a verdade, pois ele se alimenta das mentiras, foi legal em alguns momentos, mas abusaram das coisas. O fato é que Hank fica sempre ao lado do filho, mesmo quando as lendas não dão confiança para isso.

Só que voltando ao presente, Hank corta o projeto e Neron o mata, só que Nora acaba sentindo cada avanço de Neron e ao tentar salvar Hank, acaba sendo pega por Nate e os agentes, e sendo acusada de assassinato.

Sara precisa lidar com o fato de não ouvir as pessoas, de ver as reclamações e simplesmente ignorar, e é o que ela faz com Mona, que esconde ter virado um ser mágico como Konane. Ao ignorá-la, ela cria uma situação complicada, pois Mona acaba se colocando em risco e atraindo os agentes, e quase os matando quando é interrompida por Sara que fica sem reação.

Uma coisa bacana é que a série trabalha mais o lado de Mick escritor, fazendo seu livro ser um sucesso, que até Mona é apaixonada por sua história. Além disso, Ray ganha destaque novamente, enquanto Charlie e Constantine fazem figuração.

Agora é ver os caminhos de DC’s Legends of Tomorrow diante dos últimos acontecimentos, uma vez que todo o futuro do Arrowverse fica comprometido nas mãos de Neron e os seres mágicos.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.