Charmed | 1×06-07 – Kappa Spirit / Out of Scythe

Viagem no tempo e mitologia grega, Charmed trouxe uma miscelânea nas últimas semanas e muito drama para suas personagens, mas em seu 7º episódio a série ainda deixa uma sensação estranha no ar. Não é de todo ruim, mas também não nos envolve. Não se se continuo após o hiato…

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

A série deverá entrar no hiato do fim de ano, mas não sei se volto para dar continuidade ao drama das Encantadas.

Maggie e seu drama com a Kappa não empolga, ainda mais com Lucy tão sem sal, e só no 7º episódio que as coisas realmente ficam mais bacanas, já que descobrimos que Parker é filho de Alastair, o Ancião que quer liberar Harbinger. Assim, Maggie passou os dois episódios envolvidas com coisas da faculdade e seus demônios.

Já Mel repensa seu lado profissional e como lidar com a ausência de Nico, o que a faz se jogar de cabeça nas pesquisas do mundo mágico, o que faz Harry lhe puxar a orelha. Então ela passa a se dedicar a novos trabalhos para tentar conseguir as coisas de volta e arrumar o rumo de sua vida, modificado por conta do feitiço que tirou Nico de sua vida. Fora isso, ela conhece a demônio da eletricidade e acaba perdendo a chave do tártaro para ela.

Enquanto isso Macy descobre que já um mal com ela e depois de ser enrolada, suas irmãs contam que ela ouviu a mãe no passado comentar que tinha algo errado com seu bebê. Macy tenta tirar isso da mente e focar no trabalho, mas acaba precisando a aprender a lidar com o poder, já que agora foi nomeada supervisora do laboratório, e conseguiu evitar que Galvin fosse mandado embora.

Enquanto o drama do episódio 6 era o espírito de uma aluna, o do 7º finalmente colocou Alastair de volta a trama e mostrando que ele não consegue abrir a lata de tinta em que Harbinger está aprisionado, o que o força a intensificar a presença de seu filho Parker na vida de Maggie.

Charmed ainda nos mostrou a deusa da fertilidade, o do vinho, e descobrimos mais sobre o tártaro, a prisão dos demônios. Vamos ver como essa temporada irá até sua midseason finale, e se realmente voltarei, ou não, para o restante da temporada.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.