CCXP confirma Frank Quitely, Eduardo Risso e Lee Bermejo no Artists’ Alley

A CCXP , depois do anuncio de John Romita Jr. no evento, agora confirma os nomes de Frank Quitely, Eduardo Risso e Lee Bermejo no Artists’ Alley.

Lee Bermejo, em sua primeira visita ao Brasil, fará sua estreia no festival. O ilustrador foi responsável por diversos quadrinhos do universo do Batman e trabalhou em várias graphic novels ao lado do roteirista Brian Azzarello, entre elas a recentemente lançada Batman: Damned. Como artista solo, Bermejo roteirizou e ilustrou Batman: Noel e Suiciders, além de desenhar várias capas para DC, Marvel e Dark Horse.

Eduardo Risso retorna ao país, após o sucesso de sua passagem pela CCXP em 2016. O quadrinista trabalhou nas renomadas publicações Caín, 100 Balas, Homem do Espaço, 100 Balas – Irmão Lono, Logan e Batman: Preto & Branco, entre outras. Risso também tem projetos com Brian Azzarello, como a obra Moonshine, e com Enrique Sanchez Abulí, como Torpedo 1972. O artista já recebeu os principais prêmios do mercado: foi vencedor do Eisner (2001, 2002 e 2004) e do Harvey (2002, 2003 e 2008), entre outros.

Frank Quitely é grande conhecido no mundo dos quadrinhos, tendo escrito e ilustrado suas primeiras histórias no final dos anos 1980. Após a autoral Electric Soup, lançada no cenário underground, passou a integrar a revista Juiz Dredd, vendida em todo o Reino Unido. O reconhecimento de seu trabalho o levou a editoras importantes, entre elas DC, Marvel e Image Comics. Em seu currículo, estão publicações de destaque, como Os Novos X-Men, Sandman: Noites Sem Fim, We3 – Instinto de Sobrevivência, Superman – Grandes Astros, Batman & Robin e O Legado de Júpiter. Junto com Mark Millar, o artista foi responsável pela obra O Legado de Júpiter, que ganhará uma série pela Netflix.

Os anúncios acontecem no último dia de vendas do primeiro lote de ingressos da CCXP, que se encerra no fim do dia de hoje (30 de abril). Para quem ainda não comprou seu ingresso, é possível adquirir para quinta-feira, sexta-feira e domingo, além do pacote Epic Experience e da credencial Unlock CCXP. Já estão esgotadas as credenciais de sábado, as que dão acesso aos quatro dias de evento e o pacote Full Experience. Mesmo com a virada de lote em 1º de maio, não serão disponibilizados novos ingressos para os dias já esgotados.

Em 2018, o evento recebeu de 262 mil visitantes, batendo recorde de público e se posicionando mais uma vez com o maior festival de cultura pop do mundo. A CCXP já faz parte do calendário cultural do país e este ano acontecerá entre 5 e 8 de dezembro, no São Paulo Expo. Saiba mais em www.ccxp.com.br.


Paula Nunes

Jornalista