CCXP 2019 | Levi’s participa pela primeira vez do evento no Brasil

Entre os dias 5 e 8 de dezembro, a Levi’s participa pela primeira vez da CCXP19, maior festival de cultura pop do planeta. Com uma espaço de 90m², a marca apresenta as collabs de Star Wars a lendária fantasia espacial, Stranger Things com peças que fazem parte do figurino da série e Hello Kitty um dos personagens mais queridos do mundo pop.

A presença da marca no evento é histórica, não apenas por ser a estréia, mas também por estar diretamente ligada com pilares que são importantes na companhia. Estar alinhada com as novas tendências de mercado e moda, se aproximar com o público jovem e desenvolver coleções que crie conexão e identificação com seus clientes, é um desejo latente e presente desde o início da história da Levi’s. As collabs são uma forma de presentear o público e mostrar que a marca está preocupada em vestir com qualidade mas acima de tudo, com personalidade e estilo próprios.

Quem visitar a Levi’s contará com o serviço de customização Tailor Shop, com o objetivo de incentivar a criatividade e a originalidade individual de cada cliente, feita pelos artistas: Vanessa Ferreira é diretora de arte e ilustradora, faz de um coletivo chamado Pretas Illustram com residentes da capital paulista e região; Alexia Lara artista preta periférica especialista em caligrafia, ilustrações e murais; Diego Alcenso, conhecido por Dal Design, especialista em pintura de tela, muralismo, ilustração, design e customização; e Felipe Ponchio tatuador desde 2002 especializado em colorismo, black work e old school. As peças da Levi’s funcionarão como uma tela em branco para que sejam utilizadas de forma única.

Em sua última edição, a CCXP recebeu 262 mil visitantes — mantendo o título de maior festival de cultura pop do planeta — e teve seus ingressos esgotados para sábado e domingo.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.