Blindspot | 3×17-18 – Mum’s The Word / Clamorous Night

E mais dois episódio intensos para Blindspot, que começou com Roman ajudando o FBI contra Crawford, para no fim tudo mudar completamente e colocar a ida de todos do FBI em risco. Gostei de ver um pouco mais de Avery e acredito que ela pode ser um bom elo com Avery, mas o segundo episódio fica mais intenso ao colocar todos contra assassinos.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

O episódio Mum’s the World colocou todos na cola de Crawford, enquanto Roman brinca com cada um, levando-os a pegar o vilão ao lado de Jean, mas ao ver que Blake tem uma consideração enorme por ele, o tratando como de família, ele acaba cedendo ao sentimento de amor e resolve se entregar a Crawford, deixando assim o FBI com problemas, mas entregando Jean e fazendo Crawford escapar.

Ainda gostei muito de ver todos em ação, como Jane, Kurt e Zapata trabalhando com Avery, mas no fim das contas nada deu certo, já que Roman as trai para ter uma família com Crawford. O problema é que ele acaba liberando seus assassinos de aluguel para ir atrás do pessoal do FBI.

Assim, em Clamorous Night temos Jane, Zapata, Reade, Kurt e Patterson lidando com os assassinos que foram atrás deles. Adorei a ideia de mostrar o ponto de vista com cores diferente para cada um deles, mostrando-os fortes perante os contratados de Roman, dando baixa para cada um deles e mostrando que estão preparado para o que tem para vir.

Foi bom ver mais de Zapata e seu passado familiar, mas confesso que fiquei com um pé atrás com Rich Dotcom e sua conexão com cada um antes de irem encontrar seus assassinos. Ao menos ele fez algo legal, como jogar fora a carta da mulher que afastava Reade. Ah! Gostei da forma que desenharam o relacionamento todo problemático de Patterson com o rapaz.

Blindspot sabe brincar com a sua trama, e já sigo ansioso para ver o destino de cada um deles.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.