Blindspot | 2×12 – Devil Never Even Lived

Blindspot continua desenvolvendo seu plot principal, mas este episódio, por mais que tenha tido boas cenas de ação, foi sem sal. Gosto de ver como estão trabalhando de forma diferente a mente de Roman, indo em um caminho oposto ao de Jane e até criando um provável vilão dentro da equipe, mas falta alguma coisa…

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

A trama envolvendo o clube dos motociclistas e a ligação deles com Shepherd foi levada de forma a nos manter focado em Roman. Conhecemos seus desejos, sua paixão por Kat e como ela queria ele para si, mas ele sempre preso as memórias de Shepherd e Jane. Nesse momento é muito interessante ver como Jane era manipuladora e fazia o que bem entendia com o irmão.

Blindspot

Com a carga perdida, ao menos uma parte dela, o pessoal do Sandstorm seguem o plano de forma mais lenta, o que irrita Nigel (Borden) e já nos faz querer entender mais sobre o projeto de Shepherd. E falando novamente nela, estou ansioso para ver a reação de Roman ao descobrir a verdade sobre as atitudes de Jane.

Patterson sempre maravilhosa ver em cena, e seus momentos com Nas são excelentes. Reade e Zapatta precisam se entender logo, parar com o lenga-lenga… Agora, finalmente Sandstorm é mostrado completamente próximo a Weller, com Jane lhe mostrando que Shepherd estava em uma de suas fotos da época do colégio e ele a reconhecendo. Nos resta imaginar qual a proximidade dos dois.

Precisando nos mostrar mais sobre Sandstorm, Blindspot continua sendo uma série instigante e nos faz querer decifrar cada código, como a nova mensagem escondida nos títulos, que somando a letra do meio de cada caminha para formar KURT, e dessa letra, não importa o lado, tem a mesma forma:

  • nor i nigel aKa leg in iron | K
  • droll autumn Unmutual lord | U
  • devil neveR even lived | R
  • name noT one man | T

Fico por aqui, comentem e to be continued