Billions | 3×11 – Kompenso

Com uma virada final mais do que esperada, Billions entregou um episódio mais morno, mas que já nos prepara para o final da temporada, que deve vir eletrizante em cima de todos os acontecimentos que vimos se desenhar até aqui. Gostei de darem espaço para outros personagens, como Mafee e Ben, mas o mais bacana foi ver as conversas de Bobby com seus funcionários e isso desenhar seu tédio no momento.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Ao colocar Bobby por cima, acabamos vendo ele repetindo o erro de seu antigo mestre, que ele todo ano faz questão de ir pagar o café da manhã dele, mostrando que ele nunca evoluiu por não ter acreditado em seu potencial. Essa rivalidade acaba sendo desenhada pela forma como ele acaba tratando Taylor, sempre deixando ela em modo de vôo mais baixo, enquanto ela vai apenas interiorizando suas vontades. A cena de Wags e Bobby se preparando para ele conversar com Taylor, e ela saindo e trocando olhares com Wendy foi sensacional.

Wendy tem feito um papel delicioso agora que passou a pressão em cima dela, Chuck e Bobby, mas ainda fico com um pé atrás por ela ter ido tão baixo com Mafee. Ela ir até Lara para pedir a ela que converse com Bobby e o coloque novamente no caminho foi bom, assim como Lara baixando a guarda e comentando que seu filho realmente precisa conversar, foi um momento suave entre as duas, que já vinham colecionando farpas.

Lara trouxe Bobby de volta ao chão, ele ainda teve esperanças de uma reconciliação, mas também achei que não seria o momento. Gosto da forma como ela está moldando a situação. Outra coisa legal foi ver a relação de Bobby e Wags, e como ele foi até sua mãe para pegar revistas de nu feminino para dar para o amigo em sua compensação.

Agora, Bobby dmeorou… Taylor teve o dinheiro que imaginava depois de muito bater de frente, mas ela tem seus próprios planos: Taylor Mason Caps. Parece que o jogo irá virar e seu projeto de análise quântica virá a todo vapor. Seu foco: Andolov.

Chuck passou o episódio desenhando uma forma de ir atrás de testemunhas contra Jeffcoat, mas no caminho precisou parar tudo para reaver sua amizade com Ira. Gostei da forma como ele foi atrás de Taiga e fez ela rever todos os seus erros, mas ri mesmo foi com a forma que Charlie a colocou contra a parede, deixando claro que ela precisa forçar mais o casamento. Achei bem legal o pai de Chuck finalmente fazer algo pelo filho em si, sem pensar em política ou dinheiro, só na amizade dele com Ira.

Agora, Sacker tem muito o que fazer e quero ver se ela irá se resolver com Bryan, que começa a investigar o agente do FBI que está vazando coisas para Chuck e sua equipe. Essa mudança de lado dele e como ele acaba cedendo algumas coisas com Jeffcoat, sem saber que o procurador é o novo alvo de Chuck foi bem legal. Quero ver até onde Bryan e Oliver acabarão indo nessa nova situação, já que Oliver também quer ir contra os dois.

Billions desenha muito bem suas tramas e faz isso com um primor impecável. Trilha sonora sensacional como sempre embalando cada cena.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.