Billions | 3×07 – Not You, Mr. Dake

Não você, Sr. Dake!” E assim Billions acaba punindo o mais covarde dos membros da procuradoria, que havia entrado prometendo transparência e justiça, mas acabou cedendo a Chuck. Mas o pior dessa virada do episódio acabou sendo para o fato de que Wendy usou-se de seu cargo e conhecimento para passar por cima das pessoas e evitar um futuro de prisão. Quero muito ver como ficarão as coisas com Mafee.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Chuck e Bobby até pensam em como podem agir para salvar Wendy e acreditam que suas ações não serão aceitas pela terapeuta, por conta do seu senso de justiça, mas ela mesmo entra na sala sabendo que precisarão colocar culpa em alguém e está disposta a isso. A partir daí vem a maior mudança na personagem e já vemos ela tomando atitudes para cima de Maffe, o que nos faz descobrir o seu amor platônico por ela.

Adorei ela se aproximando do rapaz, se insinuando, e Taylor só observando tudo à distância. A lealdade dela para cima de Mafee é bem bacana, mostra como ela é protetora para o rapaz que a colocou e deu aberturas para ela na Axe Capital, e é por isso que ela vai com unhas e dentes para cima de Wendy. Só esperando para ver as consequências da manipulação de Wendy, já que Maffe assumiu algo que não fez para protegê-la, lhe gerando uma multa de 180 mil dólares.

Aos poucos a trama foi crescendo, destruindo o caso de Connerty, com Chuck e Bobby manipulando tudo e a todos. Sem caso, sem provas, Connerty então é colocado por Foley novamente sob a jurisdição de Chuck, enquanto Dake é mandado embora, mesmo prometendo que irá desestabilizar Chuck, custe o que custar. Torcendo para isso, assim como quero ver Connerty repudiando Sacker por suas ações ao lado de Chuck. Ela até falsificar um documento falsificou.

Sem um caso temos Bobby podendo voltar à ativa na Axe Capital pagando apenas uma multa, e já quero ver como ele irá bater de frente com Taylor. Com ela afrente das coisas e disposta a ter mais ações dentro da empresa, e agora de olho nas atitudes de todos ao seu redor, as coisas devem ficar mais interessantes ali por dentro.

A série fica mais forte e passando sua metade, as tramas começam a se intensificar, mesmo dando uma aliviada até este meio de temporada. Billions tem força, seja no roteiro, seja em sua atuação, e para somar ainda consegue trabalhar em uma fotografia limpa e uma trilha sonora sensacional!

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.