Big Little Lies | 1×02 – Serious Mothering

Depois de um forte primeiro episódio Big Little Lies continua a sua trama de maneira ousada e convidativa para sabermos mais sobre a tumultuada relação entre os moradores da cidade litorânea de Monterey. Conhecemos mais sobre Madeline, Jane, Celeste e claro sobre os outros personagens que pelo visto são tão importantes quanto elas para desvendarmos o mistério da série.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Nessa segunda hora de Big Little Lies já somos jogados na rotina das famílias conhecendo de perto seus medos, angustias e também pouco momentos alegres. Alguns segredos são mostrados para o público e algumas relações são aprofundadas, assim como a complexidade de alguns personagens secundários.

Com disse o Diretor Nippal “não são só as mães” que tem picuinhas os pais também tem seus próprios segredos e assim esse segundo episódio aprofunda um pouco ao apresentar mais e dar mais corpo para os personagens masculinos. Os personagens de Adam ScottJames Tupper fazem o famoso reconhecimento de território ao colocar as cartas na mesa sobre a opinião um do outro. Scott coloca tanta realidade no marido perfeito Ed que todos os outros personagens que o ator já fez desaparecem da memória. Ainda devemos esperar mais alguns conflitos entre Ed e Nathan afinal a família é grande. O lado explosivo de Perry também é mostrado com o personagem ganhando um pouco mais tempo de tela mesmo que algumas cenas ele tenha aparecido via chamada de skype.

Mas claro Witherspoon e Kidman ainda dominam todas as cenas que aparecem, a primeira super confortável como a super mãe que lida com a vida dos filhos, dos colegas e dos outros moradores e a segunda é bem desenvolvida por Kidman que ainda continua a colocar mais camadas em sua personagem ao desenvolver o plot da ex-advogada que vive um relacionamento abusivo tanto da parte dela quanto do marido. Alias toda cena que Kidman está com Skarsgård é cheia de tensão e te prende de um jeito surpreendente pois nunca sabemos que pode acontecer em seguida. A cena da discussão no quarto é forte, chocante e deixa a situação entre os ainda sem muita explicação mesmo Celeste tentando descrever o que acontece entre os dois para Maddie no bar.

Foto: HBO

Alias a cena do bar só serve para mostrar e reafirmar como funciona o jogo na cidade as crianças são meros detalhes na batalha das Mães Dona de Casa vs Mães que trabalham. A festa de aniversário da filha de Renata criança é só o começo da guerra. Outra coisa que se confirmou nesse segundo episódio e que falamos no nosso texto de primeiras impressões é que a investigação do assassinato também deverá ser um detalhe a mais a ser explorado na série. Tivemos pouquíssimas cenas sobre a investigação de fato ficando mais focados nas cenas dos depoimentos que mesclam com a história.

Big Little Lies mostra um segundo episódio que não perde o ritmo de seu piloto e que nos coloca ainda mais dentro da comunidade exclusiva de Monterey. A série começa a se definir realmente com uma série que não terá respostas simples se baseando em seus personagens humanos e cheio de camadas que devemos descobrir ao longo de seus poucos episódios. Mal podemos esperar para ver a resolução dessa trama.