BGS 2019 | Cube Man traz desafios e diversão

A Avenida Indie da BGS 2019 retorna este ano trazendo boas novidades e uma delas é o divertido e cheio de desafios Cube Man, da pequena brasileira Vortex Games.

Desenvolvido e divulgado por Lucas Borgato, Mateus Borgato e Diego de Araújo, o jogo é uma aventura de sobrevivência, onde quanto mais rápido você passa pela fase, mais estrelas você ganha. O desafio é realmente passar rápido com o cubo humanóide pelas armadilhas e liberar seus outros amigos que estão presos.

Com 1 ano e meio de produção, conversando com os responsáveis do jogo, eles realçam a dificuldade em uma produção nacional e a falta de apoio, pois é necessário conciliar o trabalho fora da empresa e o desenvolvimento, o que torna o processo moroso, e interessante e até mais mais lucrativo para as grandes empresas.

Mas há as facilidades atuais, principalmente por conta da facilidade do processo de envio dos jogos para Steam, Microsoft ou Sony. Os kit de desenvolvimento ajudaram muito esse processo e o desenvolvedor Borgato ainda comenta que o envio é rigoroso, e animador ao mesmo tempo, que há validação do código, cenários e tudo mais.

Voltando a Cube Man, o jogo mostra o personagem, que é um cubo, e sua corrida contra o tempo para salvar seus amigos. A cada novo mundo ele vai adquirindo novas habilidades, como congelar o tempo, furtividade, velocidade, entre outros.

Ao total serão 6 mundos com 15 fases cada onde ao final terá um big boss. No momento há a necessidade de alguns refinamentos, mas a jogabilidade é muito simples e de fácil assimilação, só que o melhor é que a diversão é garantida.

No momento há um demo gratuito na Steam. (https://store.steampowered.com/app/1019910/Cube_Man/).

Cube Man tem previsão de lançamento para 2020 para PC (via Steam), PlayStation 4 e Xbox One.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.