Batwoman | 1×03 – Down, Down, Down

E surge a Batwoman!

Depois de quase 3 episódios, eis que Kate Kane finalmente assume sua peruca rubi deixa seu primo Bruce Wayne de lado… Não totalmente, já que a série bate o martelo no nome dele e de Batman a todo instante, mas é legal quwe as coisas vão diminuindo para esse lado.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Da parte envolvendo Kate e sua irmã Beth, a série foca bastante nos tratos que elas fazem uma com a outra e ainda mostra que o vermelho é algo que é constante em suas vidas. Beth prometeu não matar ninguém em 24h, mas ela quebrou a promessa matando um agente da CROWL quando invadiu a cobertura de seu pai.

A forma como mostram Alice bem avoada, com a cabeça atormentada, é bem interessante, ao mesmo tempo que há um horror atrás de sua relação com Catherine. Quando Catherine acha as cartas em sua mesa, formando o número 2-8-3, ela fica realmente abalada.

Jacob resolve colocar Sophie como guarda-costas de Mary, preocupado em como sua filha pode se colocar em perigo, mas o que vemos é ela se controlando, se passando pela digital influencer, enquanto se consome por dentro querendo ajudar as pessoas, afinal, ela também tem sua vida dupla.

E martelaram bastante o relacionamento de Sophie e Kate, e como Tyler nunca soube desse relacionamento entre sua esposa e a filha de seu chefe.

Agora, da parte Batman, temos Thomas Elliot fazendo sua estreia na série. O personagem era o melhor amigo de Bruce e ressurgiu após Batman reaparecer em Gotham, querendo matar seu maior inimigo. Kate conversa bastante com ele, mas tem que evitar quaisquer ação como Batman/Batwoman, pois Elliot tem uma arma capaz de abrir um buraco na armadura.

O ódio de Elliot por Batman é por conta dele ter salvo sua mãe, o que o impediu de ficar on a herança dela na época

Luke faz uma boa parceria com Kate e ainda modifica sua roupa para sua nova identidade, pois Batman ainda traz muitos problemas a Gotham, e como Batwoman ela pode fazer sua própria justiça.

Espero que Ruby Rose fique um pouco mais a vontade em cena, pois fica faltando algo em Batwoman por conta disso.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.