Através da Sombra | Crítica

Filme nacional inova ao adaptar obra do autor Henry James, A Outra Volta do Parafuso (1898) para o cenário brasileiro e explorar um gênero diferente como o suspense/terror.

Através da Sombra é uma história que cria uma atmosfera convidativa e ao mesmo tempo sufocante. Com adaptação e direção de Walter Lima Jr., o filme narra a trajetória de Laura (Virginia Cavendish em uma belíssima atuação), uma mulher solitária e recatada que aceita a oferta se professora particular para um casal de crianças órfãs. Mas, ao chegar à distante fazenda onde seria sua casa pelos próximos anos, ela percebe que estranhos acontecimentos envolvem o lugar.

O filme explora bem a relação de Laura com Elisa e Antônio (as crianças Mel Maia e Xande Valois), sobrinhos de seu patrão (o falecido Domingos Montagner em rápida participação) e com a governanta da fazenda, Dina (Ana Lúcia Torre). Ao tentar conquistar a todos na casa, a relação dos moradores com a nova professora fica cada vez mais deteriorada ao passo que ela busca uma solução para expulsar os fantasmas e salvar as crianças da maligna influência de tais entidades. Isso, claro, se Laura não estiver louca e tendo visões.

Através da Sombra

Inclusive o filme é cheio de ambiguidades, duplicidade e perguntas, algumas mais óbvias, outras o espectador fica quebrando a cabeça para decidir e assimilar tudo o que viu. Claro que acabamos ficando do lado de Laura na trama, mas sempre com aquela pontada de “será que?“, aliado com o belo visual preto e branco, claro e escuro e tomadas feitas de diversos ângulos.

Com algumas cenas chocantes e temas delicados, como repressão sexual, o filme muda muito de lado e as coisas nunca são o que parecem, deixando a responsabilidade exclusivamente na mão de quem assiste.

Na coletiva de imprensa, que o Arroba Nerd compareceu, a própria atriz Virginia Cavendish diz que já escutou pelo menos 4 versões diferentes do final. Deixaremos ele em aberto para vocês comentarem.

Através da Sombra é um filme completamente diferente do visto no cinema nacional até então, a ousadia de querer ser arriscado talvez deixe alguns espectadores confusos e bravos, mas a obra tem seus méritos e deve ser vista como um todo.

Nota do Crítico:

Através da Sombra estreia nos cinemas nacionais em 10 de novembro.

Miguel Morales

Sempre posso ser visto lá no Twitter falando sobre o que acontece na TV aberta, nas séries, no cinema e claro outras besteiras. Uso chapéu branco e grito It's Handled! Me segue lá: twitter.com/mpmorales