Arrow | 7×12 – Emerald Archer

Arrow chegou em seu episódio 150!!! A forma que os produtores e roteiristas arrumaram para comemorar foi simplesmente genial. Adorei a ideia de ter uma mulher dirigindo um documentário sobre o Arqueiro Esmeralda e mostrar todo o seu passado…

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Assim, a série traz entrevista com Capitão Lance e Thea antes deles saberem a identidade do arqueiro, depois colocam Diggle falando que é idiota imaginarem ser Oliver, para anos depois ele assumir que sabe a identidade dele, mas a época da entrevista ele não tinha noção. Também é legal ver Roy e Dinah falando que muitas vezes os vigilantes são heróis, assim como trouxeram Rory, o Retalho, falando das perdas.

A parte do drama do episódio foi que usaram Emiko para fazer Oliver falar de sua irmã e entender que eles precisam se conectar e ele confiar nas pessoas. Assim ela é sequestrada pelo Quimera e na busca de uma forma de detê-lo, ele conta que tem a meia-irmã. Gostei dele envolver Diggle e Curtis, e ainda se unir a Rene e Dinah para irem atrás da nova arqueira.

Quando confrontam Quimera, unidos como um verdadeiro time, eles além de descobrir que o rapaz roubou a armadura das Indústrias Wayne, ele só queria a máscara de cada um dos vigilantes, e no esconderijo dele ele já tinha uma do Retalho, da Caçadora e a recém adquirida da Emiko…

Com Quimera fora de foco, eis que temos Polland querendo colocar os vigilantes atrás das grades, mas então ela resolve dar a cada um deles uma chance de se unir a polícia e trabalharem como um grande time, assim como Oliver e Dinah já vinham trabalhando.

William volta a trama trazer um drama adolescente desnecessário e envolver Felicity, que quer dar uma de mãezona. Quero mais é ver como ele chegará ao ponto de alguns anos à frente, e aqui já colocaram sua amizade com Zoe mais próxima.

No futuro temos uma equipe achando o documentário do Arqueiro Esmeralda e entrando dentro do esconderijo de Oliver, e indo atrás do local nos tempos atuais deles, assim eles montam uma base de operações no local que está abandonado há anos…

Arrow homenageou bem a série, deixou um pouco de saudade do começo da série e usou todos os personagens que podiam para fazer ligação com o próprio passado, incluindo Barry. A sensação que fica é de despedida até certo ponto e mesmo renovada para uma 8ª temporada, acredito que teremos mais mudanças na equipe a partir daqui…

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.