Arrow | 5×03 – A Matter of Trust

Arrow veio para nos mostrar que o time de Oliver precisa confiar uns nos outros antes de começarem a agir, só que infelizmente correm com o tempo para mostrar essa confiança chegando até eles. Ponto para a série que mostra um flashback bacana sobre Bratva, mesmo que ainda não mostre a que veio, já que Oliver só vai vendo como a organização russa funciona.

VIGILANTES

Artemis, Sr. Incrível, Wild Dog e Retalho fazem uma ótima iniciação para ajudar o Arqueiro Verde a lidar com um traficante, depois que Ramirez e Evelyn agem sem que Oliver tenha liberado e dá poderes a Derek. Toda essa questão foi até fácil de ser trabalhada, principalmente com a equipe aprendendo a estar mais próxima. A questão é como será dada continuidade ao treinamento desses novos vigilantes, espero mesmo que já não saiam dando porrada pelas noites.

Mostrar Felicity sem reação a contar a verdade sobre o míssil para Rory foi doloroso e Emily Bett Rickards colocou toda sua força em cena. Vamos ver qual será a relação dele para cima de nossa nerd a partir daqui. Só espero que a nossa Observadora não resolva entrar no treino, e que, principalmente, não seja dado a ela o legado de Canário Negro.

CONFIANÇA

Toda a questão de confiança foi trabalhada neste episódio, seja de Oliver para sua equipe encapuzada, seja para sua equipe política. A decisão de Thea em empregar Quentin, que está envolvido com álcool, caiu como uma bomba para o prefeito, ainda mais com Susan usando informantes para vazar esses problemas. Até estou gostando mais de Thea tranquila, sem se envolver com o crime e focada em melhorar a cidade.

Lyla apareceu para Oliver para lhe pedir uma ajuda, já que Diggle está complicado com o lance da prisão. Uma questão interessante é que novamente vemos eles falarem de John Jr, um efeito de Flashpoint, de The Flash, e se lembramos, na temporada passada de Legends of Tomorrow, o Arqueiro é o filho de Diggle. A questão é que ele não tem muita esperança de como sair da prisão, e para piorar, o jogaram ao lado do Pistoleiro em uma cela, o que reabre feridas… Além de nos mostrar que Floyd está vivo, e não morto como a última vez que o vimos.

Arrow está ficando interessante, voltado a ter momentos que nos remete mais a 1ª temporada, mas ainda assim precisa focar nessa qualidade de suas tramas.

Fico por aqui, comentem e to be continued