American Horror Story: Apocalypse | 8×08 – Sojourn

American Horror Story: Apocalypse resolveu nos mostrar a consequência da morte de Mead para Michael, e até trouxe origens de outra personagem da trama, caso de Veneable, mas a série perdeu em velocidade, trazendo um episódio tão morno que ficou sem sal…

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Michael ficou sem saber o que fazer após a morte de Mead e caminhou por conselhos e orientações de seu pai, e depois de dias sem comer, acabou conseguindo-os e assim chegou a uma Igreja Satânica. Ali ele conheceu uma senhora que vendeu sua alma e ela o orientou até uma empresa que estava planejando fazer ciborgues.

Ali ele incentiva os profissionais e os 2 acabam recriando Mead, que ao acordar já lembra de Michael, mas pela programação. Agora é ver o caminho que eles irão seguir, já que faltando 2 episódios para o fim da temporada, a série precisa correr para chegar aos dias atuais do início da série.

E foi isso, o episódio foi muito fraco, trouxe os atores Sarah Paulson retomando sua Veneable, enquanto Evan Peters e Billy Eichner estraram novos personagens no mundo tecnológico para a construção de Mead (Kathy Bates). A escolha do tom pastelão foi um erro e tanto.

American Horror Story: Apocalypse fez essa semana um episódio mais lento, até sem graça, mas ainda há muito a ser abordado até o fim do mundo…

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.