Agents of S.H.I.E.L.D. | 4×03 – Uprising

E Agents of S.H.I.E.L.D. continua me surpreendendo nessa 4ª temporada. A presença de Robbie e Gabe Reyes é interessante para o desenvolvimento de Daisy, ao mesmo tempo em que ter o Motorista Fantasma complementa a história de espíritos e tende a fazer uma boa ligação com Doutor Estranho. Só que este episódio o foco foram os Inumanos…

NA CALADA DA NOITE

Maravilhoso ver o Acordo de Sokovia sendo trabalhado tão intensamente aqui. Primeiramente os blecautes que acontecem em 7 cidades do mundo não parece vir de uma coisa simples e usaram os Inumanos como desculpa para afastá-los e destruí-los, mas logo a S.H.I.E.L.D. descobre a ligação dos Watchdogs, mas fica faltando saber quem está investindo tanto dinheiro para esse empenho global, e está vazando os endereços dos Inumanos registrados. É aí que entra a Senadora Nadeer e suas motivações obscuras…

Agents of S.H.I.E.L.D.

O mais bacana disso é que temos Yoyo em uma posição complicada, presa entre amigos, Inumana e agora exposta, com direito ao famoso papo de “não ser diferente”, toda uma causa que é trabalhada nos quadrinhos com os X-Men. Yoyo ainda precisa lidar com Mack, que cobra explicações por ela não contar sobre Daisy, mas ela deixa claro que a amiga pedi segredo, e aí começa a conversa sobre até onde a relação deles deveria não ter segredos.

Jeffrey é um bom diretor, quero vê-lo mais heroico, mas gostei do posicionamento dele em abrir novamente para o mundo a existência da S.H.I.E.L.D., só que vai ficando óbvio que ele começa a crescer e não ficar tão próximo a Coulson. E falando no ex-diretor, adorei as cenas dele com Mack e Fitz.

Aida

O desenvolvimento de Aida vem em uma crescente e o sistema de energia que ela utiliza já é explicado pelo Dr. Radcliffe, uma vez que com os apagões que os Watchdogs causam, eles colocam a vida de May em risco. Fato é que Aida ainda não é algo viável a ser mostrado, ainda mais com todo o drama por trás de Ultron.

Agents of S.H.I.E.L.D.

E falando em May, Simmons precisa correr contra o tempo, pois o cérebro da agente está sobrecarregado com o pesadelo constante em que vive e Radcliffe acaba sugerindo uma “morte” para estabilizar o cérebro e trazê-la de volta. É nesse tempo que ocorre um apagão em Washington, base para onde ela foi levada, e ele precisa mostrar o sistema de energia que criou.

Já havíamos visto os efeitos do computador para adentrar em partes complicadas do corpo humano, e adoro a forma como Radcliffe e Simmons utilizam aqui.

DRAMA FANTASMA

Aos poucos vamos compreendendo que o tio de Robbie estava envolvido com os fantasmas na época de trabalho que eles sumiram, e foi tudo isso que o conectou com o espírito da vingança. Ir detalhando assim a origem de Robbie e o Motorista Fantasma nos faz ficar empolgado, pois está sendo bacana. Para ajudar trazem Gabe com uma personalidade adorável e sempre protetor, querendo mostrar que é ele quem mantém o irmão na linha. Suas palavras foram duras com Daisy e novamente ela está sozinha, pois não quer atrapalhar os irmãos.

Agents of S.H.I.E.L.D. está acertando na mosca com o desenvolvimento dessa temporada e o continuo crescimento das tramas de seus personagens. Espero que Daisy volte a estar mais perto de Coulson e companhia.

Fico por aqui, comentem e to be continued